MARCO MACIEL EM PELOTAS – DISCURSO DE SAUDAÇÃO

102
Foi neste cenário que, a 8 de outubro de 1996, apoiadas pelo Governo do Rio Grande do Sul,  as Universidades de Pelotas idealizaram a “Rede do Descobrimento”, integrada por quinhentas emissoras de rádio do Brasil e de Portugal.

Vice-presidente da República Marco Maciel em Pelotas, em 1998, para prestigiar o Projeto do Treze Horas – LUSO GRANDE DO SUL: BRASIL 500 ANOS. Na ocasião o discurso de saudação ao vice-presidente foi proferido pelo coordenado do Luso Grande do Sul, jornalista Clayton Rocha, com transmissão pela Rádio da Universidade Católica de Pelotas. Abaixo:

 

Exmo. Sr. Vice-Presidente da República, Dr. Marco Antonio de Oliveira Maciel.
.
Receba, nesta hora em que não nos falta nem mesmo um pouco da lenda do Rio Grande, trazida pela inspiração de João Simões Lopes Neto, às margens deste arroio Pelotas, os sinais claros de agradecimento pela sua presença, que lhe são transmitidos por todos os membros do Comitê Executivo do Projeto Bi-Nacional “Luso Grande do Sul”/ Brasil: 500 Anos e, especialmente, pelo seu Presidente de Honra,  Dr. Mário Soares.
.
O Projeto Luso Grande do Sul marcou os 500 Anos do Descobrimento do Brasil!

Foi neste cenário que, a 8 de outubro de 1996, apoiadas pelo Governo do Rio Grande do Sul,  as Universidades de Pelotas idealizaram a “Rede do Descobrimento”, integrada por quinhentas emissoras de rádio do Brasil e de Portugal; a “Viagem dos 500 anos”, entre Porto Seguro e Lisboa; o “Concurso Literário Brasil: 500 anos”; o Seminário “O Braço Negro que Alavancou o Desenvolvimento do Sul do Brasil”; a criação, em rede nacional de rádio, da figura do “Repórter do Descobrimento”; a Mostra Fotográfica “O Sul do Brasil Português”, denominada “Uma Luz na História”;   e, por último,  o filme “Lendas do Sul”, inspirado na obra de João Simões Lopes Neto, o maior escritor regionalista gaúcho, um verdadeiro mito da literatura riograndense.

.
O Governo do Rio Grande, através do eminente Governador Antônio Britto, compreendeu que quando Deus quer, e o homem sonha, a obra nasce.
.
E Deus quis que esta terra, no extremo-sul da Pátria, começasse esse movimento de conscientização nacional para o V Centenário do nosso Descobrimento.
.
Senhor Vice-Presidente:  o Rio Grande, mais uma vez, teve intimidade
Mesa principal durante as homenagens do Luso Grande do Sul ao Presidente Nacional da Comissão dos 500 Anos e Vice-Presidente da república Marco Maciel. Aparacem ainda o Embaixador do Brasil em Portugal, Senador Jorge Konder Borhausen; o Deputado Federal Germano Bonow; o Vice-Presidente Marco Maciel; o Presidente do Conselho de Universidades do Mercosul, Carlos Aberto Gomes Chiarelli; o Presidente do Centro Português 1º de Dezembro; e o Vereador Ademar Ornell, na ocasião como presidente do PFL, partido do vice-presidente da república.
com o tempo !
.
E Vossa Excelência, ao apoiar a iniciativa das Universidades de Pelotas, neste resgate de uma cultura portuguesa, de um Rio Grande português em sua origem, nos deu uma inequívoca demonstração de que, sem intimidade com o tempo, não se exerce o poder, não se faz a ação, não se faz o Governo.
.
O  Rio Grande do Sul é português na sua origem. Mais português do que platino. E na sua realidade histórica é essencialmente BRASILEIRO.
.
O orgulho da origem lusa multiplica a paixão do patriotismo nacional.
.
Esse é o espírito do LUSO GRANDE DO SUL.
.
É esse o espírito que nos move. E se a Universidade é, de fato, o cerne do espírito brasileiro; e se o resgate da cultura portuguesa passa pelas nossas Instituições de Ensino Superior; e se a cultura é algo que se transmite; e se é melhor sentir-se herdeiro do que sentir-se dono de algo que se transmite; e se o Rio Grande e Santa Catarina alavancaram esse sentimento português até então contido; e se a identidade pessoal é a memória, que Vossa Excelência possa contar com as ações de Pelotas, de suas Universidades, e com o apoio do Rio Grande.
.
Estamos dispostos a desempenhar, sim, o papel de caçadores do tempo, Senhor Vice-Presidente. Até mesmo porque o pampa jamais esteve ausente das horas fortes da nacionalidade.
.
Muito obrigado.
_______________________________________________________________