ARTIGO – POR QUÉ NO TE CALLAS?

232
POR QUÉ NO TE CALLAS?
.
Ivon Carrico*
.
Foi uma frase dita pelo Rei Juan Carlos I, da Espanha, ao então Presidente Venezuelano Hugo Chávez durante a XVII Conferência Ibero-Americana, realizada em Santiago do Chile, no final de 2007.
.
Essa insólita declaração do monarca espanhol foi em resposta às constantes interrupções do Chávez ao então  Primeiro-Ministro espanhol Zapatero que saíra em defesa do outrora também Primeiro-Ministro José María Aznar, em face do suposto apoio deste ao fracassado golpe de estado contra aquele Presidente venezuelano em 2002.
.
Já, nesta semana, em Buenos Aires, em encontro com o Pedro Sánchez, atual Primeiro-Ministro espanhol, o Alberto Fernández, Presidente argentino, largou essa pérola: “Os mexicanos saíram dos índios, os brasileiros saíram da selva, mas nós, os argentinos, chegamos nos barcos, e eram barcos que vinham da Europa, assim construímos nossa sociedade”.
.
Essa infeliz declaração, arraigada de muito preconceito e muita ignorância, não deve – entretanto – nos intimidar ou envergonhar. Ao contrário, deve servir para mostrar ao mundo que somos uma sociedade plural.  Multiracial. Com problemas? Sim. Mas, sem ódio e muita convergência.
.
O brasileiro sabe das suas origens.  E muito orgulho tem delas. Tanto que nossas crianças aprendem, desde cedo, que nossa formação étnica é constituída pelo índio, o negro e o branco.
.
Essa nuance multifacetada é que nos torna um povo único:  batalhador e alegre. Que sabe conviver e, também, driblar as constantes adversidades E isto está consagrado na nossa música, danças, futebol. Enfim, na nossa identidade.
.
Pena que o Primeiro-Ministro espanhol Pedro Sánchez não mandou, também, esse idiota se calar.
.
*Ivon Carrico é pelotense, mora em Brasília, atuando na administração há quase 50 anos. Atuou na ANVISA e na Presidência da República. (Brasília, 14/06/2021)