SANEP APRESENTA PROJETO DE RESTAURO DO ANTIGO PRÉDIO DA SEDUC

110
Apresentação do projeto de recuperação da antiga sede da SMED (projeto executado pelo Sanep) – Foto Michel Corvello

O projeto de restauro completo do prédio da antiga sede da Secretaria de Educação (Smed), na esquina das ruas Padre Anchieta e General Neto, na área central, foi apresentado – na semana que passou – à prefeita Paula Mascarenhas, na sede administrativa do Sanep. O estudo foi elaborado pelo corpo técnico da autarquia. De acordo com Michele Alsina, diretora-presidente do Sanep, após a execução das obras, o local vai abrigar mais de cem funcionários do Serviço. Em 2019, o imóvel, inventariado como patrimônio cultural do município, foi atingido por um incêndio que destruiu a área interna. A fachada, no entanto, foi preservada.

Em novembro de 2023, o Sanep adquiriu o prédio da administração direta por R$ 2 milhões, valor definido pela Comissão de Bens Imobiliários (Cabi). O objetivo, de acordo com Michele, é migrar parte do serviço administrativo para a nova unidade e, consequentemente, gerar economia de recursos com aluguel. “O planejamento é reorganizar os setores do Sanep de modo a desocupar três prédios alugados e, assim, gerar economia de aproximadamente R$ 35 mil mensais”, explicou. Serão 120 pessoas, entre servidores e estagiários da autarquia, que passarão a desempenhar as suas atividades na nova sede.

Conforme Paula, o planejamento da autarquia ratifica a decisão da Prefeitura de negociar o prédio com o Sanep. “É um presente que vamos dar à cidade, sem dúvidas. A qualidade deste projeto reforça que a negociação com o Sanep foi a melhor que poderíamos ter feito para Pelotas. Ela trouxe recursos à administração direta, finalidade ao prédio, com importante reforço à paisagem urbana, e também dará mais saúde financeira ao Sanep”, destacou.

Em 2019, o imóvel, inventariado como patrimônio cultural do município, foi atingido por um incêndio que destruiu a área interna. Foto: Arquivo

Renovação com preservação das características

O projeto desenvolvido pela assessoria de Planejamento do Sanep conta com o apoio da Secretaria Municipal da Cultura (Secult). As intervenções programadas respeitam a legislação municipal (Decreto nº 6492/2021), que dispõe sobre os bens integrantes do Inventário do Patrimônio Cultural de Pelotas. Assim, as fachadas públicas e volumetria serão preservadas, assim como as características externas do imóvel.

Centro de Controle e Operação

Na visita às instalações da autarquia, Paula conheceu o Centro de Controle e Operação (CCO). O espaço, inaugurado no último mês, possibilita o monitoramento e gerenciamento de toda a produção e distribuição de água do município. O intuito é ter o controle estratégico do sistema de abastecimento, de modo a viabilizar o avanço no controle de perdas de água no município.

O desafio em âmbito nacional é reduzir o índice de perdas para 25%. O assessor de Planejamento do Sanep, Tiago Lopes, detalhou os esforços tomados pela autarquia em todas as esferas para melhorar o percentual, que hoje é de cerca de 45%. “Destaco a importância da gestão no apoio a este projeto que muito já avançou e, sem dúvidas, irá qualificar o abastecimento de água da cidade. É preciso envolver muitas pessoas e realizar ações estruturantes nos âmbitos operacional e administrativo. Trata-se de um trabalho complexo, mas com excelente retorno”, salientou.

Também estiveram presentes no encontro o secretário da Cultura, Paulo Pedrozo, e os arquitetos da Secult, Marta da Rosa e Fábio Caetano.