DEFESA CIVIL ALERTA PARA ELEVAÇÃO DOS NÍVEIS DA LAGOA DOS PATOS

2601

A Defesa Civil do Rio Grande do Sul emitiu, recentemente, um alerta de grande elevação dos níveis da Laguna dos Patos, que pode atingir a área costeiras, com ventos sul/sudeste. O governo do estado também alerta que, caso seja surpreendido pelo tempo severo, busque abrigo, e não atravesse alagamentos a pé ou, mesmo, de carro.

Informações do alerta

  • Severidade: Alta
  • Categoria do Evento: Inundações
  • Urgência: Esperado
  • Confiança: Provável
  • Começo da Vigência: 03/05/2024 – 14h40
  • Término da Vigência: 04/05/2024 – 15h00

Procure informações junto à Defesa Civil da sua cidade. Em caso de emergência ligue 190/193.

– Prefeita Paula Mascarenhas em reunião sobre chuvas e risco de enchente – Foto: Gustavo Vara

PELOTAS: Município prepara ações preventivas contra inundações

Enchentes que atingem demais regiões do Estado podem desaguar na Lagoa dos Patos. Campanha de doação também é lançada com pontos de recolhimento na SAS e no Paço Municipal

A prefeita Paula Mascarenhas liderou, na quinta-feira (2), uma reunião com a participação da Defesa Civil Municipal, diversas secretarias e forças de segurança do Município. Em razão da crise climática enfrentada em parte do Rio Grande do Sul, foram debatidas estratégias de prevenção para segurança e maior agilidade de operações caso Pelotas seja atingida, posteriormente, pela elevação do nível das águas.

De acordo com a Defesa Civil Municipal, há a possibilidade de que as águas que invadem os mananciais das regiões Norte e Centro do Estado desaguem na Laguna dos Patos, após passagem pelo Lago Guaíba. Paula destacou a necessidade de prevenção para garantir a segurança dos pelotenses.

Para garantir maior efetividade das ações, as equipes da Defesa Civil e da Secretaria de Assistência Social (SAS) mantêm monitoramento constante dos locais que apresentam maior risco e histórico de inundações, como a Colônia de Pescadores Z3, o Pontal da Barra e as demais regiões localizadas próximo ao canal São Gonçalo. Considerando a possibilidade de elevação do nível das águas, especialmente em decorrência da contribuição externa, a Prefeitura já agiliza locais que servirão como abrigos caso um contingente da população seja atingido no município.

A fim de manter a população atendida, equipes da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) também estão de sobreaviso, com escalas de plantão noturno, se necessário atendimento de urgência em algumas regiões.

Ação de prevenção às inundações entre Secretaria de Assistência Social, Defesa Civil e Exército na Colônia de Pescadores Z-3 – Foto Michel Corvello

Zona rural

De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), a região da colônia de Pelotas apresenta, atualmente, 26 pontos comprometidos em estradas, sendo parte deles complementos de rotas de trajeto escolar.

Em função das intercorrências, as aulas das escolas da zona rural e os atendimentos na Unidades Básicas de Saúde (UBSs) continuam suspensos nesta sexta-feira (03).

Ajuda Pelotas

Como forma de expressar solidariedade à população atingida pelos desastres que ocorrem no Estado e também assegurar quantitativo de donativos para os pelotenses, foi lançada a campanha Ajuda Pelotas, visando mobilizar a comunidade para doar itens como cobertores, agasalhos, água, alimentos não perecíveis e materiais de limpeza e higiene.

“Queremos fazer um apelo para nossa comunidade. Quem tiver disponibilidade, que faça suas doações. Caso haja necessidade, os donativos serão utilizados aqui, mas, não havendo, iremos encaminhar para a Defesa Civil Estadual para auxiliar as demais regiões do Estado. Aceitamos cobertores, agasalhos, alimentos, água e produtos de higiene e limpeza”, explicou Paula.

As doações podem ser entregues na Secretaria de Assistência Social, localizada na rua Marechal Deodoro, 404, ou no Paço Municipal, na praça Coronel Pedro Osório, 101.

Como solicitar ajuda

Havendo necessidade de ajuda, resgate ou auxílio em função das chuvas e inundações, o Município orienta que a população procure a Defesa Civil, a Brigada Militar ou o Corpo de Bombeiros. A partir do trabalho integrado entre as diferentes frentes, as demandas são segmentadas e atendidas de maneira mais ágil e efetiva.

Estão à disposição para atendimento da população os números 153 da Guarda Municipal, 193 do Corpo de Bombeiros e 190 da Brigada Militar.

Estiveram presentes na reunião o vice-prefeito Idemar Barz, os secretários de Qualidade Ambiental, Eduardo Schaefer, de Habitação e Regularização Fundiária, Cláudia Leite, de Segurança Pública, Cíntia Aires, de Assistência Social, Tiago Bündchen, de Educação e Desporto, Adriane Silveira, de Saúde, Roberta Paganini, de Transporte e Trânsito, Flávio Al-Alam, de Serviços Urbanos e Infraestrutura, Lúcia Amaro, de Governo e Ações Estratégicas, Fábio Machado, de Obras e Pavimentação, Giovan Pereira, de Desenvolvimento Rural, Romualdo Cunha Júnior, além do vereador César Brisolara (PSB), da diretora-presidente do Sanep, Michele Alsina, do coordenador da Defesa Civil Municipal, Eduardo Tejada, representantes do Corpo de Bombeiros de Pelotas e dos comandantes da Guarda Municipal, Iuri Lisboa, e do 4º BPM da Brigada Militar, tenente-coronel Paulo Scherdien.