PAULA REPRESENTA FRENTE NACIONAL DE PREFEITOS EM EVENTO EM BRASÍLIA

121
A prefeita de Pelotas e vice-presidente de Direitos Humanos da Frente Nacional de Prefeitos participou do lançamento do Pacto Nacional pelo Combate às Desigualdades, em Brasília. Foto: FNP/Divulgação

A prefeita Paula Mascarenhas representou a Frente Nacional de Prefeitos (FNP), na última quarta-feira (30), no lançamento do Pacto Nacional pelo Combate às Desigualdades, no Congresso Nacional, em Brasília (DF). A gestora de Pelotas é vice-presidente de Direitos Humanos da FNP, que é uma das 60 entidades que apoiam a iniciativa desenvolvida pela Ação Brasileira de Combate às Desigualdades (ABCD).

O Pacto prevê o monitoramento periódico de políticas públicas de combate às desigualdades por meio do estabelecimento de metas, indicadores e a cobrança de resultados de forma contínua para assegurar que as políticas implantadas realmente promovam a igualdade, inicialmente nas seguintes áreas: Raça e Gênero – de forma individual e transversal; Educação; Saúde; Renda, riqueza e trabalho; Clima e meio ambiente; Desigualdades urbanas – intracidades e desigualdade territorial – entre as cidades; Desigualdade de representação política; Segurança pública; Habitação e saneamento básico; e Segurança alimentar.

Em sua fala, Paula cumprimentou a mobilização nacional de tantas pessoas, entidades e instituições e defendeu que é no território municipal onde deve se dar o combate às desigualdades, pois nos municípios estão as pessoas e é onde acontecem as políticas públicas mais transformadoras. Promover a igualdade, na visão da prefeita, é garantir a felicidade de uma nação.

Durante a tarde desta quarta-feira, a prefeita de Pelotas reuniu-se com o ministro de Direitos Humanos, Silvio Almeida, para convidá-lo a participar de um evento de segurança pública e prevenção social que ocorrerá em Pelotas no ano que vem. Durante o encontro, ele destacou a importância da temática da agenda que ocorrerá no município, de estar com as prefeitas e prefeitos e de “municipalizar as políticas de direitos humanos”.

Paula detalhou que aceitou o desafio de ser vice-presidente de Direitos Humanos da Frente Nacional de Prefeitos para ampliar a visão acerca do debate dos direitos humanos. “Temos uma visão no Brasil muito limitada, relativo a minorias, que é muito importante, mas direitos humanos estão em todas as políticas públicas com as quais lidamos, especialmente no território que é o município. Me interessei em trabalhar essas ideias e juntar essa questão de prevenir a violência que é a desigualdade e criar um território de paz”, explicou.

O piso da Enfermagem foi pauta da reunião com a ministra da Saúde, Nísia Lima, também à tarde. A gestora municipal tirou dúvidas em relação ao pagamento.