MORRE O PROFESSOR RUBENS BELLORA

738

A OAB PELOTAS – Ordem dos Advogados do Brasil – comunicou em nota – o falecimento do seu ex-presidente Dr. e professor Rubens Bellora.

É com profundo pesar que a OAB Pelotas comunica o falecimento do ex-presidente da Subseção de Pelotas, Rubens Bellora, e registra os votos de condolências e de solidariedade dirigidos aos familiares e aos amigos neste momento de tristeza. A Subseção da OAB de Pelotas decretou luto oficial de três dias em memória do seu ex-presidente.

Bellora foi presidente nas gestões 1991/1992 e 1993/1995, além de secretário (1975/1977 e 1977/1979) e conselheiro (2001/2003 e 2004/2006).

O Velório será realizado a partir das 13h desta quinta-feira, 13 de julho de 2023, no Ângelus Pax, Capela 2.

RUBENS BELLORA
Natural de Rio Grande, onde morou até os 8 anos, Bellora construiu em Pelotas sua formação estudantil. Foi aluno dos tradicionais colégios Gonzaga e Pelotense e graduou-se na Faculdade de Direito da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), em 1966, à época ainda denominada Universidade Federal do Rio Grande do Sul. No ano seguinte, ingressou no quadro docente da UFPel, onde foi por duas vezes eleito diretor da Faculdade de Direito.
Concomitantemente, em março de 1971, passou a ser professor também na UCPel. Na época, esteve à frente das disciplinas de Direito ministradas nos cursos de Engenharia Civil, Serviço Social, Administração, Ciências Econômicas e Contábeis. Em 1989, aposentou-se na Federal e, logo em seguida, foi um dos professores convidados pelo então reitor da UCPel, Jandir Zanotelli, para montar um curso de Ciências Jurídicas e Sociais, a ser ofertado já no Vestibular de Verão de 1990.
Bellora atuou inicialmente como coordenador do curso e, após, como diretor da escola e do centro. Em paralelo, sempre manteve o trabalho como advogado, em escritório ainda em funcionamento, na área do Direito do Trabalho.
Na subseção local da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), da qual recebeu várias honrarias, como a comenda Oswaldo Vergara e a medalha Leonardo Macedônia, ocupou diversos cargos. Inclusive foi eleito presidente da entidade por duas vezes, no começo dos anos 90. E da cidade que lhe acolheu recebeu o título de Cidadão Pelotense, em 4 de julho de 1996.
.
NOTA DA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PELOTAS
.
Nota de pesar: ex-docente do curso de Direito, Rubens Berolla
.
Professor atuou na UCPel por 45 anos e também foi diretor do Centro de Ciências Jurídicas e Sociais da instituição
.
A Universidade Católica de Pelotas (UCPel) lamenta o falecimento do ex-docente do curso de Direito, Rubens Berolla. O velório ocorre nesta quinta-feira (26), a partir das 13h, na Capela 2 do Memorial Ângelus Pax.
.
Berolla atuou na UCPel por 45 anos. Contribuiu para a formação de milhares alunos do curso de Direito e de outras graduações da instituição. Além de docente, também foi diretor do Centro de Ciências Jurídicas e Sociais da UCPel, professor da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e advogado.
.
Natural de Rio Grande, onde morou até os 8 anos, Bellora construiu em Pelotas sua formação estudantil. Foi aluno dos tradicionais colégios Gonzaga e Pelotense e graduou-se na Faculdade de Direito da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), em 1966, à época ainda denominada Universidade Federal do Rio Grande do Sul. No ano seguinte, ingressou no quadro docente da UFPel, onde foi por duas vezes eleito diretor da Faculdade de Direito.
.
Concomitantemente, em março de 1971, passou a ser professor também na UCPel. Na época, esteve à frente das disciplinas de Direito ministradas nos cursos de Engenharia Civil, Serviço Social, Administração, Ciências Econômicas e Contábeis. Em 1989, aposentou-se na Federal e, logo em seguida, foi um dos professores convidados pelo então reitor da UCPel, Jandir Zanotelli, para montar um curso de Ciências Jurídicas e Sociais, a ser ofertado em 1990. A graduação em Ciências Jurídicas e Sociais, posteriormente, ajudou a dar forma ao curso de Direito.
.
Na subseção local da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), da qual recebeu várias honrarias, como a comenda Oswaldo Vergara e a medalha Leonardo Macedônia, ocupou diversos cargos. Inclusive foi eleito presidente da entidade por duas vezes, no começo dos anos 90. E da cidade que lhe acolheu recebeu o título de Cidadão Pelotense, em 4 de julho de 1996.
.
A UCPel solidariza-se com familiares e amigos neste momento de luto.