MAIS DE 40 MIL PESSOAS PARTICIPARAM DA PROGRAMAÇÃO DO 11º FESTIVAL INTERNACIONAL DE MÚSICA

148
Festival Internacional de Música – Encerramento – Foto: Gustavo Vara

Evento, que iniciou no dia 16 de janeiro, encerrou nesta sexta-feira (27/01) com concerto no Largo do Mercado Público de Pelotas

Cerca de 100 profissionais e estudantes subiram ao palco montado no Largo do Mercado Público de Pelotas na noite desta sexta-feira, 27 de janeiro, para o concerto de encerramento do 11º Festival Internacional de Música. Com um repertório composto de obras de artistas como Mozart Camargo Guarnieri, Heitor Villa-Lobos, Avendano Júnior e Nikolai Rimsky-Korsakov, a Orquestra Acadêmica, regida pelo maestro Evandro Matté, emocionou os espectadores que lotaram o espaço para assistir ao espetáculo. A apresentação contou ainda com os solistas e professores do festival Eiko Senda, Yang Liu, Mathias Behrends, Alexandre Susin e Guilherme Sanches.

Mais uma edição do chegou ao fim após 12 dias mais de 60 apresentações gratuitas para a comunidade em diversos pontos da cidade. O evento, que marcou a retomada após a interrupção causada pela pandemia, proporcionou um encontro de diferentes línguas e sotaques e contou com a forte presença do público. Ao todo, mais de 40 mil pessoas acompanharam a programação, que teve início no dia 16 de janeiro. “Hoje encerramos com chave de ouro com essa apresentação e com a certeza de que apoiamos o desenvolvimento econômico da cidade, o que é uma das bandeiras da Fecomércio-RS. A 11ª edição foi muito bem acolhida pela comunidade e estamos já preparando a de 2024”, declarou a diretora Regional do Sesc/RS, Sandra Lindorfer.

“Essa foi uma retomada grandiosa, que reforça o valor que a comunidade pelotense dá ao evento, o que justifica a realização do Festival na cidade. Foi uma plena ação educativa e cultural, exitosa e intensa. Esse é um projeto de sucesso que tem a marca do Sesc, com a missão de promover cultura e bem-estar nas cidades onde está inserido”, reforçou o gerente de Cultura do Sesc/RS, Silvio Bento, que creditou, ainda, o sucesso da edição aos envolvidos no eixo pedagógico: “O Festival preconiza a qualidade e a interação entre professores, alunos e plateia. O alto nível dos professores proporcionou recitais incríveis e inéditos, com atuação brilhante dos estudantes”, garantiu.

Foram 335 alunos participantes, oriundos de cinco países e 22 estados brasileiros, que puderam aprimorar suas técnicas com 50 profissionais de dez nacionalidades, referências mundiais na música de concerto. Durante as duas semanas, eles foram envolvidos em 21 cursos de instrumentos, além de práticas de orquestra, banda sinfônica e música de câmara. Espaços históricos de Pelotas receberam os acordes neste ano. O Theatro Guarany, assim como a Bibliotheca Pública, o Conservatório de Música, praia do Laranjal, Largo do Mercado, estabelecimentos comerciais e de serviços, hospitais, shopping, asilo, presídio, paróquias e praças foram cenários para as canções.

Além do encerramento, os destaques da edição foram a apresentação da Orquestra de Câmara Theatro São Pedro com Vitor Ramil, na praia do Laranjal, e a homenagem à Avendano Júnior, realizada no Theatro Guarany com a participação de músicos que tocaram com o precursor do choro em Pelotas. Em busca de maior acessibilidade e inclusão, pela primeira vez, diversos espetáculos contaram com audiodescrição e tradução em Libras, além de espaços dedicados a cadeirantes. O aspecto social também foi contemplado no evento. O público foi convidado a contribuir com 1kg de alimento não perecível na estrada dos espetáculos, que serão distribuídos para entidades sociais da região por meio do Programa Mesa Brasil Sesc.

PREFEITA

A prefeita Paula Mascarenhas prestigiou, na noite da última sexta-feira (27), a apresentação do concerto da Orquestra Acadêmica do Festival Internacional Sesc de Música regida pelo maestro Evandro Matté. O evento realizado no Largo do Mercado reuniu milhares de turistas e pelotenses, encerrando oficialmente as atividades da 11ª edição do Festival.

Com cerca de cem profissionais e estudantes no palco, a orquestra reproduziu um repertório composto por obras de artistas como Mozart Camargo Guarnieri, Heitor Villa-Lobos, Avendano Júnior e Nikolai Rimsky-Korsakov. O público lotou o espaço para prestigiar a apresentação. A prefeita Paula destacou o sucesso do evento e parabenizou os pelotenses pela receptividade ao Festival.