VENDIDA A USINA TERMELÉTRICA DE CANDIOTA

335
Candiota representava o último ativo a carvão da Eletrobras. Foto: Divulgação / Eletrobrás

Usina foi vendida para a Âmbar Energia

A Eletrobras anunciou na quarta-feira (3/1) a conclusão da venda da termelétrica a carvão Candiota (350MW) para a Âmbar Energia. A subsidiária do grupo J&F desembolsou R$ 72 milhões pela aquisição da usina.

Candiota representava o último ativo a carvão da Eletrobras e foi alienada como parte da estratégia de descarbonização da empresa, que visa atingir emissões zero de carbono até 2030. Isoladamente, a termelétrica correspondia a um terço das emissões totais da companhia.

Operacional desde 2011, a usina marca o ingresso da Âmbar no segmento de geração a carvão. Essa transação está alinhada com a estratégia de expansão do parque gerador da empresa, que já alcança a marca de 2 GW.

A Âmbar Energia, pertencente ao grupo J&F, consolida-se como a 4ª maior geradora térmica a gás natural no Brasil, reforçando sua presença e participação no setor energético nacional, conforme ranking abaixo:

  1. Petrobras (5,3 GW)
  2. Eneva (3,6 GW)
  3. Eletrobras (1,795 GW)
  4. Âmbar Energia (1,653 GW)
  5. GNA (1,338 GW)
  6. EDF Brasil (826 MW)
  7. Karpowership (568 MW)
  8. Marlim Azul (565 MW)
  9. Neoenergia (550 MW)
  10. Termo Norte Energia (349 MW)