PELOTAS INVESTINDO EM DEFESA DO MEIO AMBIENTE

433
Na busca de apoio e orientações para a viabilidade do projeto que prevê a requalificação do Parque da Baronesa, a prefeita Paula Mascarenhas cumpriu agenda, na tarde desta sexta-feira (16), em Porto Alegre. Foto: Divulgação.

Por meio do Programa Avançar no Turismo do Governo do Estado, a Prefeitura de Pelotas assegurou recursos de cerca de R$ 11 milhões para construção de três novos parques urbanos, dentre eles, a requalificação do Parque da Baronesa. De acordo com projeto inicial, o espaço receberá estruturas destinadas à prática de esportes e lazer, como novas praças e quadras esportivas de areia e poliesportiva. Também estão previstos playground, academia ao ar livre, criação e interligação das trilhas, novos caminhos e iluminação em LED. O investimento no local está orçado em mais R$ 4,5 milhões.

INICIATIVAS

A ideia das reuniões foi detalhar pontos mais específicos, diante de algumas ponderações técnicas. Foto: Site da Prefeitura de Pelotas.

Na busca de apoio e orientações para a viabilidade do projeto que prevê a requalificação do Parque da Baronesa, a prefeita Paula Mascarenhas cumpriu agenda, na tarde de sexta-feira, 16.09, em Porto Alegre, na Secretaria de Estado da Cultura (Sedac) e, também, na Superintendência do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Na Sedac, a chefe do Executivo pelotense apontou detalhes do projeto à titular da pasta, Beatriz Araújo, e ao assessor especial de Memória e Patrimônio, Eduardo Hahn. Na sequência, Paula e Beatriz foram até a sede do Iphan no Estado, onde apresentaram a proposta ao superintendente estadual do órgão, Leonardo Maricato, por ser um patrimônio tombado.

A ideia das reuniões foi detalhar pontos mais específicos, diante de algumas ponderações técnicas. “Esperamos, em breve, definir todos os ajuste e termos dessa obra, que é importantíssima para a cidade, qualificando ainda mais o Parque da Baronesa, que é um parque vivo e um patrimônio dos pelotenses”, destacou Paula.

Também participaram da reunião os secretários municipais de Cultura, Paulo Pedrozo; e de Planejamento e Gestão, Roberto Ramalho; o diretor do Theatro Sete de Abril, Giorgio Ronna, e equipes técnicas das duas secretarias.