MEMÓRIA DO TREZE HORAS: VICE-PRESIDENTE DA REPÚBLICA PARTICIPA DE EVENTO DO TREZE

325

O ‘Memória do Treze Horas’ deste domingo relembra o Projeto Luso Grande do Sul, mais uma vez. Foi quando o programa ligado a Universidade Católica de Pelotas idealizou os Projetos Luso Grande do Sul e Brasil 500 anos, em 1996 com continuidade em 1997, 1998, 1999 e 2000. Em 1997 Clayton Rocha e Armindo Antônio Ranzolin, diretor da Rádio Gaúcha de Porto Alegre, criaram, em Lisboa, a Rede dos 500 anos, ou Rede do Descobrimento, integrada por 500 emissoras de rádio dos 7 países de língua portuguesa, mais Macau, no sul da China. As Séries Lisboa Treze Horas, Brasília Treze Horas, Macau Treze Horas, então possessão portuguesa no sul da China; e Porto Seguro, Bahia, Treze Horas; reuniram as principais emissoras de rádio de língua portuguesa, e de 157 Universidades de língua portuguesa em 7 países. Mário Soares, ex-presidente e ex-primeiro ministro de Portugal, foi empossado, durante jantar na Embaixada do Brasil em Portugal, no ano de 1996, presidente de honra dos projetos Luso Grande do Sul e Brasil 500 anos, criados em Pelotas.

VICE-PRESIDENTE DA REPÚBLICA EM PELOTAS

Na sequência dos acontecimentos, no Ano 2000, na data dos 500 Anos do Descobrimento, Pelotas recebeu para o evento principal do projeto, o vice-presidente da república, Marco Maciel. Marco Maciel foi recebido por cerca de 600 pessoas em jantar unindo as comunidades Luso-Brasileiras nos salões do Centro Português 1º de Dezembro, quando fez manifestação oficial do governo brasileiro ao Luso Grande do Sul.

O ‘Memória do Treze Horas’ deste domingo relembra este marcante fato da história do programa.