ENTREVISTA DO VICE-PRESIDENTE DA REPÚBLICA HAMILTON MOURÃO AO TREZE HORAS – Podcast

112
Então candidato a Vice-Presidente da República, Hamilton Mourão, esteve no Treze Horas em 2018.

O Vice-Presidente da República, Hamilton Mourão, concedeu entrevista exclusiva ao Treze Horas nesta quinta-feira, 06.08.2020. Mourão falou sobre a sua missão na Amazônia, política, agenda do vice e teve um momento de descontração quando recebeu uma mensagem (ao vivo) de um velho amigo: José Carlos da Silveira Osório, Tatalo. Os dois conviveram juntos em Bagé nos tempos de juventude. 

Em alguns tópicos a fala de Hamilton Mourão:

  • Eu gosto muito de ouvir meus colaboradores!
  • Meu coração bageense cumpre missão nacional!
  • Admiro Bento Gonçalves!
  • Tenho consciência da alta missão na Amazônia!
  • Sigo minha intuição, mas sei ouvir!
  • Interesso-me pela política do Rio Grande do Sul!

Confira a entrevista na íntegra no Podcast abaixo:

O general Mourão em momento de descontração no Estúdio do Salão Amarelo do Palácio do Comércio onde é gerado o programa Treze Horas.

Antônio Hamilton Martins Mourão – é gaúcho de Porto Alegre, nascido em 15 de agosto de 1953, é um general da reserva do Exército Brasileiro, é o Vice- Presidente da República desde 2019. Em 28 de fevereiro de 2018, após longa atuação na carreira militar — marcada por diversos comandos exercidos passou para a reserva. Em 5 de agosto, foi anunciado como candidato a vice-presidente da República, na chapa liderada pelo deputado Jair Bolsonaro, sendo eleito ao cargo, em 28 de outubro daquele ano.

CARREIRA MILITAR

Ingressou no Exército em fevereiro de 1972, na AMAN – Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN) onde, em 12 de dezembro de 1975, foi declarado aspirante-a-oficial da Arma de Artilharia. Em seguida obteve cursos de formação, de aperfeiçoamento, de altos estudos militares da Escola de Comando e Estado-Maior do Exército e do Curso de Política, Estratégia e Alta Administração do Exército, além dos cursos básico paraquedista, mestre de salto e salto livre, também possui o curso de guerra na selva. Durante sua vida militar, foi instrutor da Academia Militar das Agulhas Negras, cumpriu Missão de Paz em Angola – UNAVEM III – e foi adido militar na Embaixada do Brasil na Venezuela. Comandou o 27° Grupo de Artilharia de Campanha em Ijuí, RS, a 2ª Brigada de Infantaria de Selva em São Gabriel da Cachoeira, AM e a 6ª Divisão de Exército, em Porto Alegre. Foi Vice-Chefe do Departamento de Educação e Cultura do Exército e, ao ser promovido ao último posto, Comandante Militar do Sul, entre 28 de abril de 2014 e 26 de janeiro de 2016. Na sequência, chefiou a Secretaria de Economia e Finanças, deixando o serviço ativo em 28 de fevereiro de 2018, após 46 anos de serviço, sendo transferido para a reserva.