CANGUÇU 166 ANOS: TREZE HORAS ESPECIAL – Podcast e Imagens

284
Prefeito de Canguçu, Vinícius Pegoraro, liderou convidados no Treze Horas Especial sobre os 166 Anos de Canguçu. Foto: Leonir Baade da Silva.

PROGRAMA CANGUÇU TREZE HORAS ESPECIAL 166 ANOS – Podcast

O Treze Horas desta quinta-feira, 29.06, foi em homenagem aos 166 Anos do Município de Canguçu, um do referenciais da economia regional. O estúdio do Salão Amarelo recebeu uma parcela significativa de integrantes da vida cultural, econômica, política e empresarial da cidade com a liderança do prefeito Vinícius Pegoraro. O Treze Horas Especial Canguçu 166 Anos contou com as presenças dos seguintes convidados: Prefeito Vinícius Pegoraro-MDB; do vice-prefeito de Canguçu Cledenir Gonçalves, o Prof. Fininho; do Dr. Luiz Carlos Valente da Silveira, Cirurgião Dentista e presidente da Acadêmica Canguçuense de História; de Matheus Camargo – Cachaça do 5º Distrito – Sucedânea da Azulzinha; da empresária Márcia Duarte, Fazenda Martimar e Coordenadora de Turismo de Canguçu; Rodrigo Binoto e Julie Casagrande Binoto, Azeite Capoliva;  de Talice Ferreira, empresária e integrante do Grupo de Turismo de Canguçu; de Romário Ribeiro, Azeite Verde Louro.

166 anos de Canguçu
Agricultura, educação e turismo são algumas das soluções para o futuro canguçuense
Foto: Assessoria de Imprensa – Prefeitura de Canguçu

Canguçu é a terra onde a tradição e a novidade se encontram. Há 166 anos, a Princesa dos Tapes é celeiro de talentos, recantos e belezas imateriais. Ao pensar em um tempo que ainda virá, alguns eixos importantes da economia, cultura e bem-estar social, que já atuam como potencializadores no presente, podem ser a chave para o sucesso no futuro.

Com 63,4% da população vivendo na zona rural, o município – considerado a Capital Nacional da Agricultura Familiar – figura entre os maiores produtores de fumo, tendo ocupado diversas vezes o topo do ranking nacional. Além do tabaco, destacam-se no território a produção de soja e milho, bem como a diversificada oferta de hortifrutigranjeiros. O caminho do futuro, no entanto, pauta-se, também, na Agroecologia.

A produção de alimentos que busca o equilíbrio ecológico é a tendência das novas gerações que irão seguir a tradição das culturas já cultivadas, mas com o olhar voltado aos reparos do meio ambiente.

Quando pensamos em turismo, pensamos na economia do futuro. Segundo o Plano Municipal de Turismo, algumas diretrizes são importantes para fortalecer e alavancar o setor no município, como: Gestão e Políticas Públicas, qualificação, infraestrutura, promoção e marketing. Dentro do Plano de Turismo, o Prefeito de Canguçu, Vinícius Pegoraro destaca: “É hora de se preparar com responsabilidade, é hora de pensar em metas e prazos para um crescimento ordenado e sustentável.”

São oportunidades para Canguçu a ótima localização geográfica, o potencial gastronômico/histórico e as inúmeras opções de lazer e entretenimento na zona rural. Os novos tempos versam sobre uma terra que também tem belezas naturais e lugares incríveis.

A educação canguçuense é tradicionalmente conhecida pela excelência. Segundo dados de 2020, do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), na região sul, a Princesa do Tapes teve o melhor índice para os anos iniciais e o segundo melhor para os anos finais do ensino fundamental.

Um exemplo da qualidade do ensino é a E.M.E.F Victor Marques Porto. Os alunos da escola da rede municipal já ganharam diversos prêmios e reconhecimentos por projeto e ações. Segundo a diretora da instituição de ensino, Márcia Guerra da Cunha, o desejo de todo o educador sempre será o de contribuir para formação de cidadãos críticos e conscientes do seu papel para a sociedade: “Desejo ver meu município colhendo os frutos plantados hoje por professores comprometidos com suas funções, famílias cientes da sua responsabilidade, alunos sedentos de saber e autoridades cada vez mais empenhadas por uma educação de qualidade e para todos”.

Canguçu tem longos caminhos ao tratar do futuro. E quando tratamos da educação, turismo e agricultura, assim preservando-os num futuro próximo, a bela “Acanguaçu” – como já saudavam os povos que viviam no território do município – continuará sendo a “bela jóia de nosso país”

PRESENÇAS NO TREZE HORAS ESPECIAL – CANGUÇU 166 ANOS

Prefeito de Canguçu Vinícius Pegoraro. Foto: Clayton Rocha / Treze Horas

 

Vice-prefeito de Canguçu Cledenir Gonçalves, o Professor Fininho. Foto: Clayton Rocha / Equipe Treze Horas
Dr. Luiz Carlos Valente da Silveira -Cirurgião Dentista e presidente da Acadêmica Canguçuense de História.
Empresária Márcia Duarte, Fazenda Martimar e Coordenadora de Turismo de Canguçu. Foto: Clayton Rocha / Equipe Treze Horas.
Matheus Camargo – Cachaça do 5º Distrito – Sucedânea da Azulzinha. Foto: Clayton Rocha / Equipe Treze Horas.
Rodrigo Binoto e Julie Casagrande Binoto, Azeite Capoliva – Foto: Clayton Rocha / Equipe Treze Horas.
Romário Ribeiro da Verde Louro Azeites. Foto: Clayton Rocha / Equipe Treze Horas.
Talice Ferreira, empresária e integrante do Grupo de Turismo de Canguçu. Foto: Clayton Rocha / Equipe Treze Horas.
Canguçu 13 Horas – 166 Anos. Foto: Clayton Rocha / Equipe Treze Horas
Aspecto do Programa especial em homenagem aos 166 Anos de Canguçu. Foto: Leonir Baade da Silva / Equipe Treze Horas.