NO CORAÇÃO DO RS, UM PASSEIO DE TREM PELA HISTÓRIA FERROVIÁRIA DO ESTADO

679
Trem percorre 54 quilômetros. – Foto Kadu Bernardi

No coração do RS, um passeio de trem pela história ferroviária do Estado

Depois de 27 anos sem passeios regulares, a linha férrea Porto Alegre – Uruguaiana, aberta em 1883, volta a receber um trem de passageiros a partir deste sábado, 24. O marco é possível graças ao início da primeira edição do Trem da Quarta Colônia, que fará passeios turísticos nos dias 24 e 25 de junho e 01 e 02 de julho entre Santa Maria e Restinga Sêca.

É possível fazer o trajeto saindo da estação ferroviária de Restinga Sêca, às 8h30min, ou saindo da estação de Santa Maria, às 14h. Como o passeio contempla somente ida, para voltar à estação de origem existe o “retorno rodoviário”, contratado por R$24,00 reais como um adicional no momento da compra do bilhete. Este, por sua vez, está disponível no site: passeiosdetrem.com.br ou pelo WhatsApp: 55 (47) 33079977, por R$ R$115,00 reais por pessoa. É possível parcelar o valor em até 6 vezes sem juros no cartão.

Homenagem à Imigração

O Trem da Quarta Colônia recebe este nome como uma forma de homenagear o quarto assentamento de imigrantes italianos no RS, que tem regiões de Restinga Sêca como integrantes e Santa Maria como cidade vizinha.

A região foi o primeiro centro de colonização fora da Serra Gaúcha na então “Província do Rio Grande do Sul”. A Quarta Colônia ainda engloba os municípios de Silveira Martins, Ivorá, Faxinal do Soturno, Dona Francisca, Nova Palma, Pinhal Grande e São João do Polêsine, além de partes dos municípios de Agudo e Itaara.

Estações preparam atrativos para receber visitantes

Santa Maria – Aos sábados e domingos, a partir das 10h, a Gare (estação de estrada de ferro) receberá o “Viva o Trem Food Park”, que contará com food trucksbeer trucks, apresentações artísticas do palhaço “Katupiry” e do “Musical Los Viajantes”, além de shows, espaço kids e espaço pet friendly.

Barracas da Secretaria de Desenvolvimento Rural de Santa Maria farão a venda de artesanatos e produtos da agricultura familiar. A Guarda Municipal e a Secretaria de Mobilidade estarão no local para garantir a segurança e orientar o trânsito nos arredores da estação, auxiliando também na organização dos locais de estacionamento. Na estação “Arroio do Só” haverá a venda de cuias, porongos, produtos coloniais e artesanais, além de música ao vivo com “Maninho Pinheiro”. Tanto no distrito quanto na cidade, haverá ambulâncias e banheiros químicos à disposição.

Restinga Sêca – O município recebe os visitantes com uma estação ferroviária renovada. O local passou por obras de restauro entre 2019 e 2021 para abrigar a exposição artística de Dila May Fehn; além do espaço permanente dedicado à memória ferroviária e ao filho ilustre da terra, Iberê Camargo.

Além de proporcionar uma experiência ainda mais completa aos turistas por meio da infraestrutura, a Administração prepara venda de artesanato, lanches, chopp e produtos coloniais nos horários de embarque: das 7h30 às 9h30; das 12h às 14h e das 17h às 19h.

Trajeto histórico 

O Trem da Quarta Colônia é um passeio comemorativo rico em histórias, que resgata a nostalgia dos antigos e tradicionais trens de passageiros que trilharam a ferrovia no século passado.

O roteiro entre as estações de Santa Maria e Restinga Sêca contempla 54 quilômetros pela antiga Linha Tronco da Viação Férrea do RS e dura cerca de 4 horas. O percurso é feito com uma locomotiva diesel-elétrica, que conduz o passageiro pelo coração férreo do Estado, passando pelas estações de Arroio do Só e Camobi e pelas belas paisagens dos morros e arrozais do complexo ferroviário de Santa Maria, até as terras das águas termais de Restinga Sêca.

O roteiro do Trem da Quarta Colônia, além das belezas locais, apresenta uma riqueza de histórias, entre elas, a da linha férrea por onde é feito o passeio. A linha  Porto Alegre – Uruguaiana foi aberta em 1883 e incorporada em 1898 pela Compagnie Auxiliaire des Chemins de fer au Brésil, empresa Belga que administrava parte do transporte ferroviário do país. Foi em 1905 que ela passou a ser a linha tronco da Viação Férrea do Rio Grande do Sul.

Por essa linha também passaram os famosos Trens Húngaro, Minuano, Farroupilha e o Pampeiro. O Pampeiro foi o último trem de passageiros em linha regular (iniciando nos anos 50) a fazer o trajeto Porto Alegre – Uruguaiana. O último passeio ocorreu em 2 de fevereiro de 1996.

 

Dona Maria e Seu Érico – Foto – Dreyfus L. Gomes Borges
Estação de Restinga Sêca atualmente. Foto: Divulgação.
O prédio recém terminado da estação de Restinga Seca, em 1926. Foto do relatório da VFRGS da época. Foto: Arquivo.

Contatos da Assessoria | Camila Merlo

WhatsApp: (51) 9 99275430