ARTIGO – A ÚLTIMA MENSAGEM DE PELÉ

203

A última mensagem de Pelé

Cesar Cidade Dias*

Pelé foi um gênio com a bola. Pelé mudou a história do futebol e transformou a história do Brasil. Pelé parou uma guerra. Pelé pediu pelas crianças. Pelé mostrou orgulho pela sua pátria. Pelé virou personalidade no mundo.

E ele fez tudo isso em vida.

O que ninguém imaginava é que Pelé pudesse dizer algo após a sua morte. Pois, no silêncio de um caixão no centro da Vila Belmiro, Pelé esperou por horas e gritou para que todos conseguissem ouvir uma lição que precisa chegar a todos que amam o futebol no país.

A ausência quase total dos “ídolos” do futebol brasileiro pós Pelé escancara a nossa cegueira. Nem Ronaldo, nem Romário, nem Roberto Carlos, nem Tite, nem Dunga, nem Neymar, nem Vini Junior, nem Gabigol, nem Junior, nem Bebeto…
(Falcão esteve no velório)

Os protagonistas, campeões com a camisa amarela, ignoraram a despedida do Rei do Futebol e talvez essa tenha sido a última e derradeira mensagem de Pelé.

É preciso voltar a raiz. A forma como construímos ídolos mimados, que valorizam o espelho e a conta bancária mais do que qualquer ação coletiva, desmanchou o nosso esporte, o transformando em individual, sem sentido de equipe. O futebol é uma ferramenta importante de comunicação e Pelé falou muito em vida, mas o seu grito maior surgiu após a sua morte. É preciso mudar essa lógica.

*Cesar Cidade Dias é comentarista da Rede Bandeirantes de Rádio e colaborador do Treze Horas.