TREZE HORAS NOTICIOU A MORTE DA JORNALISTA ALZIRA PAIVA DE FREITAS EM RIO GRANDE

299

Morreu na tarde deste domingo (14), em decorrência de um ataque cardíaco, a pedagoga, jornalista, professora e diretora do Teatro Municipal do Rio Grande, Alzira Virgínia Paiva de Freitas.

Alzira tinha 66 anos, era natural de Canguçu e deixa o marido, o jornalista Ramão Freitas  e os filhos Laura e Matheus. O jornalista Ramão Freitas é um amigo e colaborador do Treze Horas. Entre as décadas de 70 e 80, Alzira Paiva formou ao lado de Ramão Freitas uma das duplas mais icônicas do telejornalismo gaúcho, como apresentadores dos programas da RBS TV Rio Grande. Alzira foi, também, professora e diretora de escolas da rede pública da cidade.

Desde 2021 ocupava os cargos de Superintendente de Cultura e diretora do Teatro Municipal do Rio Grande. Alzira era querida pela comunidade rio-grandina e da região, sempre entusiasta e com bom humor, esteve à frente do Teatro Municipal em um dos momentos mais difíceis durante a pandemia, driblando as dificuldades e proporcionando cultura em movimento para a cidade.

“Lamentamos muito a perda prematura da Alzira, que foi sempre uma profissional exemplar e vinha fazendo um belíssimo trabalho no Teatro. Ela deixa uma marca muito importante na nossa comunidade e merece todo nosso reconhecimento”, diz o prefeito Fábio Branco.

A primeira-dama e vereadora, Lu Compiani também lamentou a morte repentina da diretora. “É muito triste. Uma grande perda para toda a cidade pela pessoa que ela era e por tudo o que representava no cenário jornalístico e cultural do Rio Grande”, afirma.

Despedida

O velório será realizado na Capela A1 da Santa Casa até as 11h30min.

Abraço de conforto ao Ramão Freitas e filhos, aqui da equipe do Programa Treze Horas da Rádio Universidade Católica de Pelotas e colegas desta emissora.

Com a colaboração da jornalista Thuanny Cappellari/RIO GRANDE TEM com informações Ascom PMRG

Foto: Arquivo Pessoal