PORTO DO RIO GRANDE TEM MELHOR PRIMEIRO TRIMESTRE DE SUA HISTÓRIA

155
Celulose foi destaque nas exportações. Fotos: Divulgação/Portos RS

CONFIRA O DESEMPENHO DOS DEMAIS PORTOS GAÚCHOS

A Portos RS divulgou na última segunda-feira (17) os dados de movimentação do primeiro trimestre de 2023. Os números levam em consideração os três portos públicos sob sua administração e os terminais privados instalados ao longo da infraestrutura do sistema hidroportuário gaúcho, principalmente na cidade do Rio Grande.

O número de embarcações recebidas ao longo dos últimos 90 dias impressiona: foram 935 no total, sendo 772 delas somente no Porto do Rio Grande e nos terminais do Superporto, o que corresponde a 82,57% do valor total. Em segundo lugar está Pelotas, por onde passaram 130 barcaças e Porto Alegre aparece na terceira posição com outros 33 navios.

Em relação ao mesmo período do ano passado, o Porto do Rio Grande movimentou no primeiro trimestre 17.680 toneladas a mais, atingindo 8.995.711 toneladas. O mês de maior movimentação foi março, quando passaram pelo cais público e pelos terminais privados do Superporto 3.350.038 toneladas.

Neste cenário, os granéis sólidos lideram a lista de movimentações, com 5.266.028 toneladas. Em segundo lugar aparecem as cargas gerais, com 2.774.662 toneladas, e na terceira posição os granéis líquidos, com 955.021 toneladas. Esses números significam o melhor primeiro trimestre da história do cais comercial rio-grandino.

Os responsáveis pelo crescimento são o milho, com aumento de 155.83%, o fosfato, com aumento de 139.17%, e o cloreto de potássio, com aumento de 20,04%. Quanto aos contêineres, foram movimentadas 85.302 unidades cheias e outras 58.094 vazias, totalizando 143.396 unidades no primeiro trimestre.

O principal destino das exportações segue sendo a China, que é seguida pela Polônia, pelo Vietnã, por Portugal e pela Arábia Saudita. Juntos, estes países respondem por 2.274.247 toneladas. Já as importações possuem como origem a Argentina, que é seguida por Marrocos, Canadá, China e Estados Unidos, totalizando 849.518 toneladas.

Porto de Pelotas

Em Pelotas, as movimentações do Porto no primeiro trimestre fecharam em 311.696 toneladas. As principais cargas movimentadas no cais comercial pelotense são as toras de madeira e o clínquer. Foram 281.051 toneladas de madeira e outras 30.645 toneladas do produto que é considerado o cimento em sua fase bruta.

Porto de Porto Alegre

Depois de Rio Grande, o segundo Porto a registrar crescimento no primeiro trimestre foi o de Porto Alegre. Em comparação com o mesmo período do ano passado, a unidade movimentou 12.112 toneladas a mais. Entre as cargas movimentadas estão a cevada, os fertilizantes, o sebo bovino e as cargas gerais.

Por ordem de quantidade, as cargas desembarcadas no Porto da capital têm como origens a Arábia Saudita, Argentina, China, Israel, Marrocos, Rússia e Venezuela. O trimestre encerrou com o recebimento de 33 navios.

Texto: Rodrigo de Aguiar

Jornalista responsável: Larissa Carvalho