PELOTAS SEDIA CONGRESSO BRASILEIRO DE AGRONOMIA A PARTIR DESTA TERÇA-FEIRA (12)

387

Evento que retorna ao Estado após 14 anos ocorre pela primeira vez na Zona Sul e reúne pesquisadores, profissionais da área e estudantes

A partir desta terça-feira (12), Pelotas será o ponto de encontro para profissionais e estudantes de Agronomia de todo o Brasil que se reunirão para a 33ª edição do Congresso Brasileiro de Agronomia (CBA 2023). O evento será realizado dentro do parque de exposições da Associação Rural de Pelotas (ARP) e se estende até sexta-feira (15), com programação que inclui cursos, palestras, painéis temáticos, exposições de trabalhos acadêmicos, além de apresentação e rodada de negócios voltados a startups ligadas ao setor do agronegócio. Promovida pela Confederação dos Engenheiros Agrônomos do Brasil (Confaeab) e Sociedade de Agronomia do Rio Grande do Sul (Sargs), a CBA 2023 será realizada pela terceira vez no Estado, retornando após 14 anos da última edição em território gaúcho. Será, ainda, o primeiro Congresso na Zona Sul do Estado.

De acordo com o presidente da SARGS, Leonardo Gonçalves Cera, a escolha por Pelotas como sede tem como um dos principais motivos o fato do município e da região serem referência no setor. “Há também duplo simbolismo. Primeiro porque Pelotas tem uma das duas faculdades de Agronomia mais antigas do Brasil e a que funciona há mais tempo ininterruptamente, que é a Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel (Faem), que está completando 140 anos. E este é também o ano do centenário da Sargs, a federação que reune todas as associações profissionais de Agronomia do Estado. Será uma oportunidade única de reunir pesquisadores, estudantes e todos que se envolvem com o setor para a troca de conhecimento”, projeta.

Voltado a este público específico, o Congresso terá participantes de todo o Brasil e também de países vizinhos como Uruguai, Argentina, Paraguai, Bolívia, Peru e Colombia, que discutirão o futuro da atividade abordando temas que incluem produção animal, vegetal, economia, infraestrutura, engenharia, inovação e meio ambiente, dentre outros.

Conforme os organizadores, é esperada a participação de 800 profissionais engenheiros agrônomos e 250 acadêmicos de cursos de graduação e pós-graduação na área da Agronomia, com apresentação de 210 trabalhos aprovados entre quarta e quinta-feira (13 e 14). Destes, 60 terão a hospedagem e alimentação custeadas pela organização do evento e os melhores serão premiados.

Mérito Agronômico

Durante a cerimônia de abertura oficial do Congresso, marcada para as 19h de terça-feira, será entregue a Comenda do Mérito Agronômico Brasileiro 2023 a três personalidades reconhecidas por suas atuações profissionais e contribuições com a classe. Os homenageados serão Emílio Elias Mouchrekda Sociedade Mineira de Engenheiros Agrônomos (Smea) e do Conselho Técnico-Científico da Associação dos Avicultores de Minas Gerais (Avimig); Raul Zucatto, ex-presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Santa Catarina (Crea-SC) e da Associação Catarinense de Engenheiros (ACE); e o pelotense Moacir Cardoso Eliasprofessor da Faem, doutor em Agronomia, mestre em Tecnologia de Alimentos, ex-presidente da Associação dos Engenheiros Agrônomos de Pelotas, e atual diretor de Política Profissional da SARGSex-conselheiro titular da Câmara  de Agronomia do Crea-RS, presidente da Academia Pelotense de Letras.

O presidente da Confaeab, Kléber Souza dos Santos, ressalta a importância da deferência, que os homenageia entre os mais de 150 mil engenheiros agrônomos do país. “São pessoas que simbolizam os valores da categoria agronômica e que construíram sua carreira dando relevantes contribuições ao segmento”, destaca. A abertura também terá uma homenagem à Associação Rural de Pelotas pelos 125 anos de vinculação da entidade com a Agronomia. A solenidade contará com a presença do presidente da Associação Pan-Americana de Engenheiros Agrônomos (APIA), Octavio Pérez Pardo, e dos presidentes da Confaeab, Kléber Souza dos Santos, e da Sargs, Leonardo Gonçalves Cera.

Agrotech

Dentro da programação do CBA 2023, será realizado o Agrotech, voltado à apresentação de inovações e tecnologias desenvolvidas por startups locais e de todo o Brasil para o setor do agronegócio. O evento, na quarta-feira, terá também mesa-redonda e palestra voltada aos empreendedores. O destaque fica para um pitch para fomentar as empresas e conectar os projetos a fontes de financiamento. Haverá premiação simbólica para o primeiro lugar e troféu para os três pitchs melhor avaliados com base em nos critérios de grau de inovação, aplicabilidade, potencial de mercado, composição da equipe e qualidade da apresentação.

Encontro de Coordenadores de Curso

Também durante a CBA 2023, mas iniciando já nesta segunda-feira (11), acontece o 4º Encontro Brasileiro de Coordenadores de Cursos de Agronomia. O objetivo da atividade que vai até terça-feira (12) é discutir diretrizes, currículo mínimo e outras ações de qualificação da formação de profissionais da área. Ao final do evento, serão encaminhados subsídios para a redação da Carta de Pelotas, que será apresentada ao final do Congresso e serve de base para nortear decisões para as entidades de classe nos próximos anos.

“Esse encontro serve para debater a qualificação da formação de agrônomos, especialmente diante do aumento acelerado de novos cursos no País. Há uma expectativa de que nos próximos cinco anos sejam graduados cerca de mil novos profissionais, então é preciso discutir esse cenário e como manter um alto nível da formação”, explica Cera.

Serviço

XXXIII Congresso Brasileiro de Agronomia – CBA 2023

De 12 a 14 de setembro, na Associação Rural de Pelotas

Programação: https://www.cba2023.agr.br/programacao_final.html