PAULA DIZ NO TREZE HORAS QUE NÃO IRÁ RECORRER À BANDEIRA LARANJA – Podcast

428
Prefeita Paula Mascarenhas afirmou no Treze Horas, que mesmo com pressões de setores empresariais e políticos da cidade, que não irá recorrer à bandeira laranja

A prefeita Paula Mascarenhas anunciou em entrevista concedida ao Treze Horas desta quarta-feira, 08.07 (Confira no Podcast abaixo), que não irá recorrer à bandeira laranja em detrimento da imposição do governo do estado em colocar Pelotas em bandeira vermelha, em relação a epidemia de coronavírus.

Paula reafirmou o que havia dito em uma transmissão de vídeo nas redes sociais, no início da semana de que houve a declaração de calamidade pública em Pelotas, visando às medidas de prevenção e de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus, determinadas no Decreto nº 6.288. Nele, fica vedado o funcionamento de atividades e serviços não essenciais, como o comércio.

A medida gerou reação de desagrado nos setores econômicos da cidade, o que levou inclusive o rompimento das relações da Aliança Pelotas com a administração municipal por parte da Aliança Pelotas (veja matéria neste site –  https://pelotas13horas.com.br/alianca-pelotas-abandona-comite-de-crise-do-covi-19/ )

Lembrando que no decreto municipal, fica estão suspensas atividades como: serviços, comércios considerados não essenciais, academias – incluindo as de pilates e de espaços em condomínios residenciais -, higiene pessoal, galerias comerciais, Mercado Central, Pop Center, shopping, centros e quadras esportivas, bem como, ginásios em geral e clubes sociais. Além destas, cultos religiosos e missas, pets shops, atividade turfística e comércio ambulantes.

Confira a entrevista da Prefeita Paula Mascarenhas no Podcast abaixo:

VEREADORES SOLICITAM REVISÃO DE BANDEIRA EM PELOTAS

Vereador Ânderson Garcia-PTB
Vereador Fabrício Tavares-PP

Os vereadores Fabrício Tavares–PP e Ânderson Garcia –PTB, encaminharam Pedido de Providências para que Pelotas solicite ao Governo do Estado a revisão da sua classificação de bandeira vermelha para bandeira laranja. Os dois vereadores justificam que pelas normas do Decreto 55240/2020 do Governo do Estado, o município que sofre alteração da cor de bandeira, possuiu o direito de recorrer desta decisão, como aconteceu, por exemplo, com os municípios de Caxias do Sul, Taquara, Erechim e Passo Fundo, os quais possuem o índice de 900 à 1600 contaminados para cada 100 mil habitantes, enquanto Pelotas mantém um índice muito inferior, de 90-100 contaminados por 100 mil habitantes, e mantiveram-se na bandeira laranja.

Além disso, Pelotas ainda possui melhor oferta de leitos de UTI para tratamento da COVID-19 em relação aos municípios mencionados, o que justificaria, segundo Tavares e Garcia, que seja reconsiderada a cor de bandeira vermelha atribuída para a nossa cidade. ‘Tínhamos que no mínimo ter recorrido, pois é um direito da cidade’, disse Fabrício Tavares em entrevista também ao Treze Horas de terça-feira, 07.07, que pode ser conferida no Podcast do Programa referente ao dia. O pedido foi protocolado e será analisado em sessão ‘on-line’ que ocorre nesta quarta-feira.