PACTO PELOTAS PELA PAZ É DESTAQUE NA COLÔMBIA

118
A política pública pelotense, focada na cultura da paz, integra a programação do Simpósio Peace in Our Cities em Medellín

O Pacto Pelotas pela Paz estará em evidência, na próxima semana, na Colômbia. A iniciativa será apresentada no Simposio Peace in Our Cities: innovaciones en la reducción de la violência urbana entre a próxima segunda-feira (19) e quarta (21) nas cidades colombianas de Medellín e Palmira.

Pelotas integra a rede Peace in Our Cities desde de 2021 e de acordo com a Assessora Especial do Pacto Pelotas pela Paz, Aline Crochemor, é uma oportunidade de realizar um intercâmbio de conhecimento entre as cidades da rede e divulgar as ações de prevenção à violência, projetos e resultados já consolidados pelo Pacto.

Em Medellín e em Palmira, Aline e também a assessora de Planejamento Estratégico do Pacto, Esmeralda Faria, participam dos grupos de trabalho e conferências do Simpósio, além de visitações a locais que foram transformados a partir dos programas de redução e prevenção da violência como a Comuna 13, uma comunidade que já foi considerada uma das mais violentas da Colômbia. “É um momento muito importante de trocas de experiências entre as cidades e de conhecermos essas iniciativas exitosas na prática para nos ajudar e inspirar em termos de inovação para o que já realizamos em Pelotas”, observou Aline.

Do Brasil estarão presentes no encontro apenas as cidades de Pelotas e Niterói (RJ). Todas as despesas desta participação em eventos das cidades colombianas estão sendo custeadas pela Peace in Our Cities.

Peace in Our Cities

A Peace in Our Cities (paz em nossas cidades) é uma rede de 23 cidades e 40 parceiros comunitários e internacionais que estabeleceu-se como uma plataforma pioneira que estimula as trocas de experiências a fim de reproduzir boas práticas, além de defender metas ousadas para a redução da violência urbana pela metade até 2030. A iniciativa busca trabalhar com líderes e parceiros das cidades para reduzir a violência urbana, criando plataformas concretas, participativas e baseadas em evidências. O programa tem como base a paz, justiça e inclusão, realizando o trabalho de construção de pontes entre municípios, além de oferecer serviços e facilitar pesquisas.