CÂMARA APROVA PROJETO DO PISO NACIONAL DO MAGISTÉRIO – 11 x 9 – Podcast – Atualizada

524
Plenário da Câmara de Vereadores de Pelotas aprovou o projeto do pisos nacional do magistério por 11 votos favoráveis e 9 contrários.

CÂMARA APROVA PROJETO DO PISO NACIONAL DO MAGISTÉRIO 1 – REPÓRTER DANIEL KURZ ESPECIAL PARA O TREZE HORAS – Podcast

VEREADOR PRESIDENTE DA CÂMARA MARCOS FERREIRA-PTB E VEREADORA DA OPOSIÇÃO FERNANDA MIRANDA-PSOL

CÂMARA APROVA PROJETO DO PISO NACIONAL DO MAGISTÉRIO 1 – REPÓRTER DANIEL KURZ ESPECIAL PARA O TREZE HORAS – Podcast

VEREADOR ÂNDERSON GARCIA-PTB – LÍDER DO GOVERNO NA CÂMARA

Reajuste do piso do magistério será pago em abril

Projeto que previa atualização de valores e vantagens aos professores da rede municipal foi aprovado pela Câmara nesta terça-feira

A Câmara de Vereadores aprovou nesta terça-feira o projeto do Piso Nacional do Magistério, que tramitava no legislativo pelotense pelo menos há três semanas. O projeto prevê o cumprimento do piso nacional com reajuste de 33,24% nos salários dos professores. Esse reajuste já será pago pelo Município a partir do quinto dia útil de abril.  A proposta será sancionada pela prefeita Paula Mascarenhas nos próximos dias. O SIMP – Sindicato dos Municipários – poderá estudar uma maneira jurídica de contestar a decisão da CÂMARA DE VEREADORES.

Além do aumento, o projeto prevê uma série de benefícios para a categoria, como a isonomia, que garante que nenhum docente receba menos de R$ 3.062,87, pelo trabalho de 20 horas. Também inclui orientadores educacionais no quadro do magistério, que passam a receber piso nacional da categoria, além da elevação das gratificações dos diretores das escolas de ensino infantil. O investimento mensal previsto pelo Município para garantir o adicional nos vencimentos da categoria será cerca de R$ 4 milhões mensais, o que totaliza em torno de R$ 50 milhões no ano. A prefeita se reunirá com as equipes da Secretaria da Fazenda e da Secretaria de Administração e Recursos Humanos para definir o calendário de pagamento retroativo referente aos meses de janeiro e fevereiro.

Veja a composição dos vencimentos básicos em 2022

R$ 1.922,81 – piso 20h

R$ 851,44 – incentivo de graduação

R$ 288,62 – hora atividade

R$ 3.062,87 – total

Prefeita destacou o caráter histórico da decisão do legislativo.

“O passo histórico na valorização da educação foi dado no nosso município. Reconhecimento aos professores, justiça e equidade salarial, organização das carreiras, esses são os significados da aprovação do projeto de lei. Muito obrigada aos 11 vereadores que fizeram história hoje”, destacou Paula.