VINTE OBRAS VANDALIZADAS NO 8 DE JANEIRO SERÃO RECUPERADAS PELA UFPEL

331

Curso de Conservação e Restauração de Bens Culturais da Universidade Federal de Pelotas é um dos mais conceituados do Brasil

Nesta segunda-feira, 08.01, marca a de um ano da do movimento chamado 8 de janeiro, que conspirou contra o processo democrático no Brasil. Naquele dia várias obras de valor histórico foram depredadas dentro dos salões do Palácio do Planaldo, Congresso Nacional e Sede do STF. Passado esse período muitas destas obras já foram recuperadas e oputras ainda esperam por restauração. Integrantes do curso de Conservação e Restauração de Bens Culturais da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) estarão em Brasília, como convidados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) para ajudar a restaurar pelo menos 20 dessas obras de arte vandalizadas.

Pela experiência em conservação e restauro do patrimônio histórico e cultural, a UFPEL manifestou imediatamente, após os ataques antidemocráticos em Brasília, em 8 de janeiro de 2023, proposta de apoio aos Poderes Legislativo, Executivo e Judiciário. O objetivo é auxiliar na recuperação das obras danificadas pelos atos de vandalismo.

A viabilização das ações que serão desenvolvidas pela UFPel, se dá através de articulação institucional entre IPHAN E UFPEL. Com isso o projeto de recuperação dos bens está contemplado no Termo de Execução Descentralizada (TED) entre as duas instituições. A ideia e recuperar e ajudar a proteger o patrimônio cultural brasileiro. O TED consiste em instrumento pelo qual se estabelece o “repasse de recursos” para o desenvolvimento de ações específicas entre órgãos e instituições vinculados ao orçamento da União.