PELOTAS PARQUE TECNOLÓGICO COMEMORA ANO POSITIVO COM OITO NOVAS EMPRESAS EM 2023

95
O Parque, criado oficialmente em 2016, é gerido pela TECNOSUL – Parque Científico e Tecnológico, uma associação civil sem fins lucrativos de direito privado, caráter científico, tecnológico, educacional e cultural. Foto: Divulgação / PPT

O Pelotas Parque Tecnológico possui como missão conectar pessoas, ideias e negócios em prol da inovação. Ao longo de 2023, oito novas empresas se instalaram no local: voltadas para as áreas de saúde, educação, tecnologia, finanças e gestão condominial, as startups agora participam do ecossistema de cooperação do Parque. Com as novas chegadas, já são 65 instaladas no parque tecnológico.

Dentre as operações que iniciaram no espaço, está a Conllab, criada em 2021 para atuar na área de gestão condominial. Segundo Roger Franz, CEO e desenvolvedor da startup, a escolha de se integrar ao Pelotas Parque Tecnológico surgiu pela necessidade de um ponto comercial, além da infraestrutura e potencial de networking que o ambiente proporciona. “Estamos lançando nossa primeira versão do aplicativo nas lojas até o mês de setembro de 2024, o que nos abrirá muitas portas no quesito de recursos. Estimamos um crescimento de aproximadamente 40% para o próximo ano”, conta o CEO.

Outra startup instalada este ano é a CONECTA, com a proposta de ensinar e auxiliar o público 50+ a usar aparelhos tecnológicos, serviços online e app’s digitais, a CONECTA é categorizada como uma edtech. Para 2024, a meta é crescer ainda mais e estruturar a empresa para o lançamento de uma escola de letramento digital. Com o centro educativo em funcionamento, tanto na modalidade presencial quanto online, a expectativa é impactar positivamente a vida de indivíduos 50+ em escala regional e nacional.

Entre as empresas, também está a Me Gusta, startup com foco na comunicação estratégica para empresas de todos os setores. Com 12 funcionários atualmente, a expectativa para os próximos anos é manter a  base em Pelotas para seguir expandindo o atendimento em várias cidades do país.

Na área da saúde, a Acanto também está revolucionado o mercado através de serviços especializados para médicos.Atualmente, possui em funcionamento o serviço de contabilidade para profissionais de medicina, chamado ContabMed, e dentro de seis meses, terá um sistema de agendamento de plantões que conecta autônomos e hospitais, denominado Mais Plantões.

Mais uma empresa com atuação nacional e que se instalou em 2023 no Parque é a Primeira Mesa, que desde 2017 tem como propósito mudar a forma como os clientes e estabelecimentos se relacionam através de um sistema inteligente de desconto. O modelo de negócios adotado pela empresa é o de licença, tendo hoje mais de 100 associados.

Segundo João Sinoti Junior, sócio e CTO da Primeira Mesa, a startup escolheu se estabelecer no Parque Tecnológico devido à estrutura oferecida e ao ambiente de trocas com outras empresas.

O Pelotas Parque Tecnológico também passou a receber uma das unidades da Quimea, que é reconhecida no mercado com as suas soluções ecoeficientes e customizadas que reduzem os riscos da operação para organizações que buscam adequação ambiental.

“Esperamos consolidar nossa marca no mercado local; fazer da Químea Pelotas uma referência na cidade, não apenas como uma empresa de consultoria ambiental, mas, por meio do conjunto de soluções da rede Químea Brasil, proporcionar o bem-estar ambiental aos nossos clientes e parceiros. Nesse sentido, a vinda da unidade para o Parque Tecnológico só fez aumentar nossas expectativas de acelerar o crescimento, a ponto de nos obrigar a repensar sobre o plano de negócio a curto prazo”, explica Flávio Carlos Borges, Diretor de Operações da startup.

Já nos últimos meses de 2023 o Parque recebeu mais duas empresas a TB Finance que atua com inovação para serviços financeiros para pessoa física e a YouControl – Portaria Digital que atua no desenvolvimento de soluções de segurança e automação para condomínios, empresas, usinas eólicas, indústrias e granjas;

Para Yousef Mahmoud Amer, Fundador e CEO da TB Finance a escolha pela instalação da empresa no Pelotas Parque Tecnológico se deve ao incentivo a tecnologia e Inovação além de outras oportunidades que possam ser geradas. Conforme Yousef “nossa expectativa é crescer ao longo de 2024 duas  vezes o número de faturamento e clientes e contamos com o know how das demais empresas e parceiros residentes no Parque para conseguirmos estes resultado”.

Já segundo Tiago Dutra, gerente da YouControl, “a  empresa  sentiu a necessidade de estar próximo de players de desenvolvimento de software para a condição de integração de sistemas e desenvolvimento de novas soluções. O resultado esperado é que a YuoControl vire uma referência em projetos especiais de automação na zona sul, acrescenta Tiago.

Sobre o Pelotas Parque Tecnológico
O Parque, criado oficialmente em 2016, é gerido pela TECNOSUL – Parque Científico e Tecnológico, uma associação civil sem fins lucrativos de direito privado, caráter científico, tecnológico, educacional e cultural. Possui um Conselho de Administração (Consad), eleito a cada três anos, e atua em três grandes áreas nas quais o município já se destaca como polo: tecnologia da informação e comunicação; tecnologia em saúde e indústria criativa. Atualmente, 65 empresas atuam no Pelotas Parque Tecnológico, sendo 25 instaladas nas áreas geridas pelo Parque, sete no coworking, 15 incubadas, 18 pré-incubadas. Entre as incubadoras estão a Conectar, Incubadora de Base Tecnológica da UFPel; CIEMSUL, incubadora de empresas multissetorial da UCPel e SENATEC, destinada às empresas júnior. Ainda, existem 23 instituições parceiras. O Parque oferece espaço coworking, com área gastronômica para 55 pessoas, auditório para 230 pessoas, duas salas de reunião e capacitações e estacionamento para 75 carros. Ao todo, o Pelotas Parque gera 267 empregos diretos e 638 indiretos.