OBRA NO VIADUTO DE ACESSO AO CASSINO NA BR-392 TERÁ DESVIOS PARA FASE DE PAVIMENTAÇÃO DAS VIAS

198
Obra no viaduto da BR-392 acesso ao Cassino terá desvios. Foto: Nauro Júnior

As alterações de fluxo para pavimentação das alças informados nos canais de comunicação da concessionária

A obra de alargamento da pista viária e das alças do Viaduto de acesso ao Cassino, no km 15 da BR-392, entra na fase de pavimentação asfáltica. Para isso a equipe de Engenharia da Ecosul informa o cronograma de trabalho e como o trânsito será desviado para os usuários do trecho Pelotas/Rio Grande, a partir desta quinta-feira(3). Segundo o engenheiro da concessionária, Kevin Valente, no trecho entre o km 15 e km 17, o trânsito ficará em uma faixa por sentido até o dia 11 de agosto. “Na via que passa sob o viaduto os serviços serão executados de forma que uma faixa em cada sentido sempre estará livre, não gerando alteração nos fluxos, em ambos os sentidos”, destaca. Já na sexta-feira(04) começa o cronograma de pavimentação das alças do viaduto e para isso serão divulgadas as etapas de interdição e o desvio que os usuários deverão usar para os seus deslocamentos. “Para os serviços nas alças precisaremos de interdição total da pista da alça que estivermos atuando, entre 8h e 17h e o tráfego será desviado com a orientação das equipes operacionais e ampla sinalização”, destaca Kevin.

INTERDIÇÃO DAS ALÇAS – A primeira a receber pavimentação será a alça de acesso ao município, nesta sexta-feira(4), no sentido Porto/Rio Grande. “Durante os trabalhos os motoristas serão orientados a seguir pela BR-392, passando por baixo do viaduto, e seguindo a sinalização até o próximo acesso, à direita, onde seguirão o fluxo e serão conduzidos à RS-734”, informa. No sábado(5) a alça Cassino/Pelotas será interditada e o tráfego será orientado a seguir pela RS-734, sentido Rio Grande, até o próximo retorno, onde poderão utilizar a alça de acesso à BR-392 no sentido Rio Grande/Pelotas. “Todos os pontos estarão com ampla sinalização e viaturas da concessionária”, complementa Kevin. As demais interdições acontecerão nos dias 10 e 11 e serão previamente informadas através dos canais de comunicação da Ecosul.

MELHORIAS – O alargamento das pistas permite que os motoristas acessem o viaduto por faixas específicas, mantendo duas faixas de circulação livres na BR-392. A mudança proporciona também a facilidade das pistas de aceleração e desaceleração para realização dos movimentos no viaduto, o que se traduz em mais segurança aos usuários e mais fluidez ao tráfego. “A ampliação proporciona ajustes de fluidez, principalmente por se tratar de um trecho de acesso à zona portuária, onde veículos de passeio e comerciais trafegam diariamente e com movimentação expressiva”, complementa. Na ocasião da duplicação do trecho entre Pelotas e Rio Grande da BR-392 a obra do viaduto do Cassino não foi contemplada pelo DNIT. O escopo da obra contempla ainda a construção de muros de contenção em ambos os lados da via e futuramente uma nova rede de iluminação com LED.