MEMÓRIA DO TREZE HORAS: REGINA DUARTE NO PROGRAMA

367
A atriz Regina Duarte no Treze Horas, já no Estúdio do Edifício da Associação Comercial de Pelotas.

O ‘Memória do Treze Horas’ deste domingo relembra a presença da atriz Regina Duarte no programa. Regina esteve em Pelotas para apresentar um de seus inumeros trabalhos no teatro e assim como tantos outros atores e atrizes, foi ao Treze divulgar a estreia de sua peça que seria apresentada no Teatro Sete de Abril.

Regina Blois Duarte, é paulista de Franca, nascida em 1947  e também atua como diretora de teatro além de atriz. Atuando por mais de 50 anos na Rede Globo de Televisão, ela foi convidada recentemente pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, para assumir a Secretaria Especial da Cultura, onde tomou posse no cargo no último dia 4 de em março.

Regina Duarte estreou em 1965 na TV EXCELSIOR, onde começou em papeis menores até se tornar protagonista de novelas como ANJO MARCADO, LEGIÃO DOS ESQUECIDOS e O TERCEIRO PECADO. Em 1969, devido a crise financeira na emissora que levou-a falência pouco tempo depois, transferiu-se para a Rede Globo e fez dezenas de personagens marcantes, como em IRMÃOS CORAGEM, SELVA DE PEDRA, SÉTIMO CÉU, ROQUE SANTERO, VALE TUDO, RAINHA DA SUCATA, O ASTRO e MALU MULHER, além da trilogia das Helenas em obras de Manoel Carlos – História de Amor, Por Amor e Páginas da Vida.

O ‘Memória do Treze Horas’, tira do ‘fundo do baú’ mais esse personagem da dramaturgia brasileira, que hoje passa a ser protagonista do mundo político nacional e que esteve na mesa de debates do Treze Horas!