MÉDICO GAÚCHO, QUE RESIDE NOS EUA E ATUA EM PESQUISA SOBRE O CORONAVÍRUS, FOI DESTAQUE DO TREZE DESTA SEGUNDA-FEIRA – podcast

438
Médico André Kalil é natural de Bagé e formado na Universidade Federal de Pelotas. Uma das maiores autoridades do mundo em Coronavírus falou com exclusividade ao Treze Horas nesta segunda-feira, 02.03, direto de Nebraska nos EUA.

O médico André Kalil, 53 anos, a maior autoridade em Coronavírus nos EUA, participou do Treze Horas desta segunda-feira, 02.03, falando por telefone, ao vivo, ao programa. Ele falou diretamente do Centro Médico da Universidade do Nebraska.

André Kalil é natural de Bagé, e formou-se em Medicina pela Universidade Federal de Pelotas, em 1988, fez Residência Médica na Santa Casa de Porto Alegre, Residência Médica no Hospital do Servidor em São Paulo, e Residência Médica na Universidade de Harvard, EUA. Fez também outras duas residências, na Universidade de Miami, e no Massachusetts General Hospital, em Boston.

Há 20 anos, atua no Nebraska Medicine o infectologista tornou-se uma das autoridades científicas mais requisitadas em meio à epidemia do coronavírus. Segundo Kalil, na entrevista exclusiva ao Treze Horas, pelas previsões mais otimistas, prevê encontrar a cura ainda durante a epidemia.  Kalil lidera o ensaio clínico considerado mais promissor para a cura do covid-19. Financiado pelo governo norte-americano por meio do National Institutes of Health (Institutos Nacionais de Saúde), o pesquisador deu início aos testes na semana passada em um paciente dos Estados Unidos.

André Kalil disse no Treze que “É muito importante entender que de 80% a 90% das pessoas que vão adquirir esta infecção vão ter um quadro bastante leve, um quadro de resfriado. As pessoas mais afetadas hoje por este coronavírus, que podem ter uma doença mais severa, são as pessoas mais idosas e as pessoas que têm já vários problemas médicos crônicos. Neste momento, o mais importante é precaução, lavar as mãos, usar o gel e, obviamente, não entrar em pânico porque o pânico não vai ajudar neste processo. Pode até piorar”.

O médico foi saudado pelo seu primo Saad Salim, que estava no estúdio e pelos amigos Cesar Borges e Ciloter Iribarrem, que enviaram um abraço via Treze ao médico conterrâneo gaúcho.