INSTALADA NA CÂMARA DE VEREADORES A CPI DO PRONTO SOCORRO

138
Vereador Rafael Amaral – Progressistas – irá presidir a Comissão Parlamentar de Inquérito que investigará possíveis irregularidades no PS Municipal. Foto: Arquivo do Treze Horas

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Câmara de Pelotas para investigar as suspeitas de desvios de recursos no Pronto Socorro (PS) foi aberta oficialmente na sessão de quinta-feira (14), quando o presidente do Legislativo, Anderson Garcia (Podemos), leu o parecer da assessoria jurídica da Casa reconhecendo a legitimidade do requerimento.

A CPI aprovada é a proposta pelo vereador Rafael Amaral (PP), que presidirá o inquérito ao lado de Jurandir Silva (PSOL), que será relator.

A CPI deve trabalhar, no mínimo, em três frentes: na solicitação e análise de documentos para observação de contratos, especialmente compras e relações com empresas terceirizadas; na coleta de depoimentos, na qual serão convocadas todas as pessoas com informações relevantes para a investigação; e na relação com outros órgãos de investigação, como o Ministério Público e a Polícia Federal – que são essenciais para um processo mais eficiente.