HOTÉIS JACQUES GEORGES: MÉRITO EM SERVIÇOS 2023 – DISCURSO DE AGRADECIMENTO

326
Jacqueline Hallal Pallamolla e seu pai, Jacques Hallal. Foto: Divulgação.

A empresária Jacqueline Hallal Pallamolla, representou os Hotéis Jacques Georges no recebimento da Homenagem da Associação Comercial de Pelotas 150 Anos: MÉRITOS SERVIÇOS. Na ocasião, Jacqueline proferiu o discurso de agradecimento, que o Treze Horas reproduz abaixo:

Boa Noite!

Senhoras e Senhores.

Hoje começo falando sobre o tempo: 150 anos desta entidade que durante toda sua existência foi o centro energético do progresso de Pelotas e região. A Associação Comercial de Pelotas, que há 150 anos, que faz parte da nossa cidade e nos orgulha, isso nós já sabíamos, agora sei também que essa entidade é muito generosa, por homenagear os hotéis Jacques Georges como mérito de serviço! E Essa homenagem cai dentro do meu coração, um ato afetivo, resultado do ser que produz com o ser que ama!

E ainda sobre tempo, afeto e generosidade, existem alegres coincidências. Essa mesma Associação Comercial de Pelotas homenageou meu pai como comerciante do ano, quando ele tinha 50 anos.

Como administradora dos hotéis Jacques Georges, hoje me sinto herdeira, não material, mas herdeira afetiva e efetiva, pois recebo aos meus 50 anos essa homenagem, 30 anos depois que meu pai foi agraciado por esta casa.

Meus pais saíram do Líbano deixando Beirute com sua beleza sedutora e um tanto perigosa há mais de 60 anos. Desse mesmo Líbano, suas terras, a minha origem…..Não tenho porque negar: sou descendente deles.

Ensinaram-me as lições da vida que são valiosas porque tem o carimbo da verdade.

O Jacques, meu pai, foi movido por um sonho, persistente e atualizado, não deixava de ser um jovem inquieto mas se cobrava de realizar algo diante do que ele queria ser e fazer. Nunca deixou de sonhar, porque só quem sonha constrói para o hoje, fundando alicerces para o prédio de amanhã.

Tenho certeza que as vocações da vida confirmaram o que nós sabíamos: por isso se diz, para meu orgulho, “tal pai, tal filha”.

Seguimos trilhando o mesmo caminho, ampliamos os negócios do comércio para o ramo da Hotelaria.

E já não estamos mais no singular. Multiplicamos nossa família hoteleira com uma só maternidade, a cidade de Pelotas; onde 1 hotel se fez pouco, dois está bom e inspirada no poeta francês, Paul Valery, que dizia: “o futuro não é mais o que costumava ser”; posso dizer que talvez, um terceiro hotel, pois seguimos acreditando em nossa Princesa do Sul.

Nada melhor do que a hotelaria para representar a hospitalidade de um lugar, pois significa a sala de espera da cidade e também acolhimento. Uma cidade sem hotelaria é uma cidade sem visitantes e uma cidade sem visitantes é uma cidade fantasma. Sem vida.

Receber novos visitantes em nosso hotel seja por uma noite ou o hóspede habitual que por inúmeros motivos escolhe Pelotas para bem conhece-la nos leva à felicidade de exercer o ato da cordialidade e fidalguia!

E receber …. é o que minha equipe formada por parceiros leais sabe desempenhar com muito carinho. Isso fizemos juntos, todos nós. Fomos uma filarmônica formada de amadores que, milagrosamente e, de repente, tornou-se uma orquestra não apenas de uma maestrina mas de todos os demais primeiros violinos.

Digo e afirmo que este prêmio é de todos nós. Afinal, nesta justa e justíssima verdade, os verdadeiros homenageados são todos da equipe Jacques Georges, que me acompanham hoje nesta noite linda. Alguns foram testemunhas dos tempos da inauguração quando, juntos, jogamos a chave fora, porque hotel não fecha mais depois de aberto.
Somos 24 hs por dia, 30 dias por mês e 12 meses do ano

E nem na pior crise que vivemos, quando uma pandemia bateu a porta do mundo inteiro, nós não fechamos!! … Abrimos as portas do nosso hotel, sem custo nenhum para os profissionais da área de saúde que trabalhavam na linha de frente da Covid. Quisemos repetir e premiar a nobreza do gesto desses grandes profissionais brasileiros!

Ao longo dos últimos 20 anos tivemos o prazer de receber milhares de hóspedes e poder fazer dos nossos hotéis a extensão de suas casas.

A hotelaria é a minha paixão. E essa paixão teve ramificações , nela encontrei o Franco , antes 1 hóspede e hoje hospedado no meu coração .

Finalizo e repito que a hotelaria é minha paixão e a Nossa vitória é uma vitória em equipe

Muito obrigada