CORSAN ESTÁ PRIVATIZADA – Podcast

153
Contrato assinado transfere a Corsan para o grupo Aegea – Foto: Maurício Tonetto/Secom

GOVERNADOR EDUARDO LEITE FALA SOBRE A PRIVATIZAÇÃO DA CORSAN – Podcast

Consórcio liderado pela Aegea Saneamento assina contrato com o Governo do Rio Grande do Sul para a aquisição da Corsan

Com a aquisição, a Aegea atenderá mais de 6 milhões de pessoas e 317 municípios do RS

A Aegea, líder no setor privado de saneamento, assinou na sexta-feira, 7 de julho, em conjunto com fundos de investimento geridos pela Perfin e pela Kinea, o contrato de aquisição da Corsan (Companhia Riograndense de Saneamento), que beneficiará 317 municípios — de um total de 497 — do Rio Grande do Sul. Com a aquisição, a Companhia, que já opera a PPP de esgoto Ambiental Metrosul em 9 municípios da região Metropolitana de Porto Alegre, expandirá a sua base de clientes atendidos para mais de 6 milhões de pessoas, pouco mais da metade da população do Estado.

O investimento previsto pela empresa para o funcionamento e qualificação da infraestrutura de abastecimento de água e expansão do sistema de esgotamento sanitário totalizará R$ 15 bilhões até 2033, prazo estabelecido pelo marco legal do setor para a universalização dos serviços de saneamento no Brasil. A principal meta será a ampliação do atendimento da população com coleta e tratamento de esgoto, que deve saltar dos atuais 20,1% para 90% até 2033.

“A assinatura do contrato expande significativamente a atuação da Aegea no Rio Grande do Sul, levando mais saúde, dignidade e qualidade de vida para as pessoas por meio do saneamento básico. Neste primeiro momento, vamos realizar uma grande mobilização durante os primeiros 100 dias”, afirma Radamés Casseb, CEO da Aegea.

Divididas em três eixos de atuação, as ações iniciais concentram a entrega de um pacote de 356 intervenções, contemplando os 317 municípios atendidos; a ativação do Plano Litoral, com o objetivo de implantar um novo sistema de tratamento de esgoto no Litoral Norte; e os primeiros passos do Plano de Resiliência Hídrica.

Para Leandro Marin, vice-presidente regional do Grupo Aegea, “o principal investimento a ser feito é a expansão da rede de esgotamento sanitário, mas a companhia também tem foco no combate à insegurança hídrica e seus impactos, como a falta d´água, a intermitência do abastecimento e outros problemas crônicos de diversas regiões do Estado”, destaca.

A Aegea acredita que parte da solução para levar saneamento a todos os brasileiros passa pela execução de investimento que resultem em benefícios diretos à população, que vão além dos compromissos contratuais, na busca pelo desenvolvimento socioeconômico do país.

Sobre a Aegea

A Aegea Saneamento é líder em saneamento privado, atuando por meio de suas concessionárias nas diversas regiões do País. Com um crescimento sustentável, a Aegea saltou de seis municípios atendidos em 2010 para 489 em 2023, distribuídos em 13 estados, beneficiando mais de 30 milhões de pessoas. Esse crescimento foi possível devido ao modelo de negócio da empresa, que tem como base eficiência e expertise operacional, cumprimento de metas e investimentos responsáveis, e o alinhamento aos princípios ESG. Para mais informações, acesse: http://www.aegea.com.br/