SANEP MODERNIZA SISTEMA COMERCIAL

247

NOVIDADE MARCA O FIM DO LONGO INTERVALO ENTRE O CONSUMO EFETIVO E A DATA DE VENCIMENTO DA CONTA DE ÁGUA

Em processo de qualificação dos serviços prestados à população, o Sanep moderniza o seu sistema comercial. A partir de agosto, o intervalo entre a leitura do hidrômetro das residências e a impressão da conta de água deixará de existir. A fatura impressa será gerada no momento da leitura do hidrômetro e o valor a ser pago corresponderá ao consumo do mês anterior, facilitando o controle por parte do cliente.

Os moradores receberão o novo modelo da fatura em agosto. As tarifas, histórico de consumo e valores referentes à qualidade da água tratada estarão detalhados na nova conta. De acordo com a diretora-presidente do Sanep, Michele Alsina, a mudança representa mais qualidade e agilidade no atendimento à população.

“Queremos aproximar, cada vez mais, o cliente do Sanep. A grande novidade no sistema, neste primeiro momento, é que as pessoas poderão ver o resultado imediato de uma mudança de hábitos de consumo, pois ela será refletida já na fatura seguinte, sem o longo intervalo que do modelo antigo”, explica.

Segundo a gestora, novos avanços estão previstos para os próximos meses, como ampliação dos meios de pagamento e criação de plataforma digital de histórico e controle das contas de água.

ENTENDA A TRANSIÇÃO

A migração para o novo sistema acarretaria em duas contas com a mesma data de pagamento, exclusivamente em setembro, referentes às leituras de julho e agosto, que venceriam no mesmo mês. Para evitar que isso ocorra, a segunda fatura será automaticamente parcelada em 12 vezes quitadas nas contas seguintes, sem juros e multa. Caso o cliente deseje pagar o valor em única parcela poderá solicitar a opção pelo WhatsApp (53) 98421.4841.  Dúvidas e esclarecimentos sobre a mudança na conta de água também poderão ser encaminhados para esse canal de atendimento, de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h.

Outra alteração que ocorrerá será relacionada à média de consumo cobrada, que acontece em casos excepcionais. Anteriormente, quando não era possível realizar a leitura no imóvel, a cobrança era feita baseada apenas no registro da última medição. Agora, o valor será coduos ocorrerão de maneira habitual sem alterações. Quando o novo sistema entrar em circulação, os atendimentos realizados no período serão encaminhados à plataforma digital.