MEMÓRIA DO TREZE HORAS: PAULO AUTRAN FOI AO PROGRAMA E LOTOU O SETE DE ABRIL

324
O grande ator brasileiro Paulo Autran no Treze Horas saboreando Doces de Pelotas.

Paulo Autran, o Patrono do Teatro Brasileiro e grande ator, esteve no Treze Horas nos anos 2000. Em turnê pelo Rio Grande do Sul, Pelotas estava no roteiro e claro, o Teatro Sete de Abril, em pleno funcionamento. Autran foi ao programa Treze Horas e recebido pela equipe saboreou doces de Pelotas. Durante sua entrevista ele pediu que os pelotenses fossem ao teatro prestigiar seu espetáculo. E assim foi: no dia seguinte Paulo Autran fez questão de retornar ao programa para agradecer. A casa estava lotada. No dia anterior, quando havia feito seu pedido no ar, apenas ‘meia casa’ havia sido vendida em ingressos para seu espetáculo. Autran, um senho do teatro, elogiou o programa e a força do Treze Horas. Seu último personagem no cinema foi no filme  O Passado de Héctor Babenco.

No ano anterior à sua morte, Paulo Autran passara por diversas internações, por conta de um câncer de pulmão. O tratamento não o impediu de seguir atuando em O Avarento – e nem de seguir fumando até quatro maços de cigarros por dia.

Faleceu aos 85 anos, depois de sofrer um enfisema pulmonar e por complicações decorrentes do câncer.  Seu corpo foi velado na Assembleia Legislativa de São Paulo e após cremado no Crematório da Vila Alpina de São Paulo. Desde 1999, Paulo Autran era casado com a atriz Karin Rodrigues. Em 15 de julho de 2011, a Lei 12.449 o declarou Patrono do Teatro Brasileiro.