ECOSUL ANUNCIA REDUÇÃO NO NÚMERO DE ACIDENTES NO POLO RODOVIÁRIO PELOTAS

133
No Polo Rodoviário Pelotas além de uma malha viária bem conservada, obras de qualificação e sinalização em dia, o foco sempre esteve direcionado à conscientização dos motoristas. Foto: Divulgação / ECOSUL

A matéria da Revista Ecosul traz os resultados da atuação do Programa de Redução de Acidentes (PRA) da concessionária na segunda Década de Ação pela Segurança Viária

A edição julho/agosto da Revista Ecosul já circula para os usuários do Polo Rodoviário Pelotas trazendo na pauta a redução de 8% em número de acidentes no primeiro semestre de 2023. Foram registrados 185 acidentes enquanto no ano anterior, no mesmo período, 202 acidentes. O resultado das ações de conscientização é ainda mais perceptível se a análise se estende ao ano de 2021 (277 acidentes), onde no mesmo período a redução foi de 33%. O desafio da segunda Década de Ação pela Segurança Viária tem como foco 2030. O horizonte de um caminho seguro é feito de diversos fatores. Essa busca constante fez com que há mais de 20 anos a Organização das Nações Unidas (ONU) estabelecesse a primeira Década de Ação pela Segurança Viária. O desafio era diminuir em 50% o número de mortos e feridos pela violência no trânsito em todo o mundo. No Brasil, esse primeiro passo teve como base a constatação de que os acidentes de trânsito eram as principais causas de morte no país. Naquela época o grupo Ecorodovias e suas unidades – no qual a Ecosul faz parte – aderiram ao desafio. Um objetivo que veio potencializar o trabalho que desde 2008 a concessionária já fazia com o Comitê de Segurança Rodoviária (CSR). O grupo é formado por profissionais das diversas áreas da concessionária com apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), prefeituras e comunidades lindeiras. Em 2019 o CSR passou a se chamar Programa de Redução de Acidentes (PRA), mantendo todo o escopo de análises e ações.

No Polo Rodoviário Pelotas além de uma malha viária bem conservada, obras de qualificação e sinalização em dia, o foco sempre esteve direcionado à conscientização dos motoristas. Segundo a gerente de atendimento ao usuário da Ecosul, Liliane Firmiano, para traçar as estratégias e alcançar as metas as equipes se reúnem periodicamente para discutir e propor soluções. “A partir das análises de pontos críticos e com base em dados estatísticos, definimos campanhas educacionais, ações operacionais e obras de engenharia que objetivam a diminuição dos acidentes de trânsito”, detalha. É um trabalho coletivo e contínuo. “Temos campanhas de conscientização nas mais diferentes frentes, sejam nas rodovias ou até a participação ativa em palestras, eventos e nas comunidades lindeiras”, destaca. O cotidiano de ações contempla também um amplo suporte aos usuários. São ações voltadas a segurança e saúde, oferecendo exames de verificação de pressão e glicose. Os resultados da primeira década já apontaram a redução de 58% acidentes nas estradas do Polo Pelotas entre 2010 (943 acidentes) e 2020 (396 acidentes). “Seguimos com a certeza de que a continuidade é fundamental para que tenhamos estradas cada vez mais seguras”, finaliza.

REVISTA – A publicação está disponível nos postos dos Serviços de Atendimento ao Usuário – SAUs, com distribuição gratuita. A Revista Ecosul é bimestral e tem uma tiragem de oito mil exemplares. A produção editorial é da Satolep Press, com diagramação da Nativu Design e revisão de Mariana Heineck. Para sugestão de pautas entre os leitores podem enviar e-mail para [email protected].

Análise 1º semestre/2023:

  • 25% dos acidentes aconteceram por saída de pista, onde o excesso de velocidade é a principal causa;
  • 19% dos acidentes tiveram a natureza abalroamento transversal;
  • 30% das prováveis causas dos acidentes foi falta de atenção;
  • 10% das prováveis causas de acidente foi desrespeito à sinalização.

Link da versão digital:

https://www.flipsnack.com/satoleppress/revista-ecosul-julho_agosto-2023.html