CONCURSO PARA REFORMA DO PRÉDIO DO ANTIGO BB TEVE 15 INSCRIÇÕES

31
Em Pelotas, proposta contempla Centro de Gastronomia em conjunto da antiga sede do Banco do Brasil – Foto: Divulgação / Prefeitura Pelotas

Outros quatro certames seguem abertos à participação de equipes de arquitetos de todo o país

O primeiro dos cinco concursos públicos de arquitetura promovidos pelo projeto Iconicidades – destinado a selecionar propostas para o Centro de Gastronomia de Pelotas – encerrou o período de inscrições na quinta-feira (9/6) com 15 equipes participantes.

Os profissionais têm até 17 de junho para entregar suas propostas conforme os parâmetros divulgados no edital. A avaliação será feita por arquitetos independentes contratados especificamente para participar da comissão julgadora, além de um representante indicado pelo município. O primeiro lugar receberá um prêmio de R$ 20 mil, além de ser contratado para desenvolver os projetos executivos e complementares, no valor de R$ 749.199,54. Para o segundo colocado, a premiação é de R$ 15 mil, e R$ 10 mil para o terceiro.

“Nossa expectativa é selecionar excelentes projetos, dado que a experiência do mercado mostra que escritórios de arquitetura de alta qualidade costumam participar de concursos ofertados Brasil afora”, avalia o secretário de Planejamento, Governança e Gestão, Claudio Gastal.

Pelotas foi selecionada na primeira etapa do Iconicidades, junto com Rio Grande, Santa Maria, Cachoeirinha e São Leopoldo. Todas indicaram espaços arquitetônicos simbólicos em seus territórios, além de propostas de uso dos locais para iniciativas que estimulassem o empreendedorismo, a criatividade e a inovação. Os demais concursos seguem com inscrições abertas:

RIO GRANDE – Ecoparque Turístico Molhes da Barra

Qualificação e preservação paisagística de zona de proteção ambiental por meio da criação do Ecoparque Turístico Molhes da Barra, dotando o espaço de infraestrutura voltada ao turismo.

Inscrições: até 13 de junho
Entrega de propostas: até 20 de junho

SANTA MARIA – Clube dos Ferroviários: Centro de Inovação e Economia Criativa

Requalificação do antigo Clube dos Ferroviários, por meio da recomposição da volumetria da edificação, tombada pelo Iphae, do restauro de elementos tombados, e da proposição de novas edificações anexas.

Inscrições: até 15 de junho
Entrega de propostas: até 23 de junho

CACHOEIRINHA – Complexo Casa de Cultura

Requalificação da Casa de Cultura Demósthenes Gonzalez, por meio da melhoria dos espaços da edificação histórica, complementada pela proposição de nova(s) edificação(s), e requalificação das avenidas Beira-rio e general Flores da Cunha, no trecho junto à casa.

Inscrições: até 27 de junho
Entrega de propostas: até 4 de julho

SÃO LEOPOLDO – Complexo Casa da Feitoria/Museu do Imigrante

Constituição de um complexo cultural englobando a reconstrução do setor que ruiu e o restauro do espaço da Casa da Feitoria/Museu do Imigrante – tombada pelo Iphae –, proposição de edificação anexa, tratamento paisagístico da área adjacente e elaboração de diretrizes para um futuro parque no qual estará inserido o conjunto.

Inscrições: até 30 de junho
Entrega de propostas: até 7 de julho

Os termos de referência que norteiam os concursos foram elaborados em parceria entre o Estado, as prefeituras e o departamento do RS do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB/RS) – sendo este último o consultor e assessor técnico contratado para ajudar o Executivo estadual a montar e operar os certames. O regramento e o andamento dos concursos podem ser acompanhados por meio do site do Iconicidades. [iconicidades.rs.gov.br]

Projeto Iconicidades

Lançado em junho de 2021, o Iconicidades tem como objetivo fazer frente ao desafio de tornar as cidades gaúchas mais empreendedoras, inovadoras e criativas e estimular a retomada e a revitalização de espaços arquitetônicos para estabelecimento de novos negócios.

Na primeira fase, um edital de chamamento aos municípios se encerrou com cinco cidades contempladas: Pelotas, Rio Grande, Santa Maria, Cachoeirinha e São Leopoldo. Os critérios foram engajamento e interesse do gestor local, existência de iniciativa prévia que se adaptasse ao projeto, sustentabilidade, desenvolvimento socioeconômico e complexidade. Nesta segunda etapa, são executados cinco concursos públicos de arquitetura, para selecionar a melhor proposta para cada local indicado.

Texto: Bianka Nieckel/Ascom EDP
Edição: Secom