COMEÇA NESTE SÁBADO A EXPOINTER 2023

175
O Parque de Exposições Assis Brasil passe pelos preparativos finais para a Expointer 2023 – Foto: Gustavo Mansur/Secom

Mais uma vez a Expointer abrirá seus portões para o grande público no sábado (26/8), às 8h. Considerada a maior feira agropecuária a céu aberto da América Latina, o evento ocorrerá de 26 de agosto a 3 de setembro, no Parque Estadual de Exposições Assis Brasil, em Esteio.

Agora, será a vez da Expointer da Inovação. Durante nove dias, o evento mostrará como as novas tecnologias estão tornando o campo cada vez mais produtivo, reforçando o slogan da campanha publicitária desta edição: “A inovação faz o agro mais forte”.

“O homem e a mulher do campo têm investido cada vez mais em tecnologia e em inovação por entenderem as vantagens que isso traz para o trabalho diário, além dos ganhos de produtividade. E a Expointer é o palco para que essas discussões aconteçam e as modernidade de sistemas e processos sejam apresentados, com troca de experiências, para que, no futuro, isso se torne realidade nas propriedades rurais”, afirmou o   secretário da Agricultura, Pecuária, Produção Sustentável e Irrigação, Giovani Feltes. “A inovação também está em tantas outras coisas da Expointer, como as melhorias feitas no Parque Assis Brasil, com destaque para as que dizem respeito à acessibilidade.”

A Expointer 2023 promoverá o encontro entre os diversos elos da cadeia produtiva do agro, celebrando as tradições e a qualidade da produção rural gaúchas, ao mesmo tempo em que fomentará o uso de novas tecnologias.

A subsecretária do parque, Elizabeth Cirne-Lima, comentou a relação da feira com a evolução do agronegócio. “Temos a participação de vários parceiros de outros estados e países, que vêm mostrar o que há de melhor. Aqui, há o lançamento de novidades no setor de máquinas, de genética, veículos e sistemas financeiros. É o momento de caminhar e evoluir, adotar novas tecnologias e mostrar ao mundo tudo o que podemos produzir”, ressaltou.

A gestora destacou que o parque passou por diversas melhorias. “A Expointer deste ano vem com várias novidades. Foram realizados investimentos importantes para receber os expositores e os visitantes. Diversos ambientes foram revitalizados para que mais encontros e negócios aconteçam dentro do parque. Neste ano, tivemos também um olhar especial para a acessibilidade”, comentou.

A expectativa do governo é manter, ou até superar, o sucesso da última edição, que bateu recordes de público e de faturamento, atraindo cerca de 773 mil visitantes e movimentando R$ 7,1 bilhões. Com esses resultados, o evento do ano passado se consagrou como o maior da história da feira e ficou conhecido como a Expointer dos Recordes, marcando a retomada da feira sem restrições após a pandemia.

O evento é realizado pelo governo do Estado, com o apoio das seguintes entidades copromotoras: prefeitura de Esteio, Federação da Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul (Farsul), Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Rio Grande do Sul (Fetag), Sindicato das Indústrias de Máquinas e Implementos Agrícolas no Rio Grande do Sul (Simers), Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado do Rio Grande do Sul (Ocergs) e Federação Brasileira das Associações de Criadores de Animais de Raças (Febrac).

O governo preparou um espaço para a realização de diversas atividades – Foto: Gustavo Mansur/Secom

Principais atrações

Durante os nove dias de feira, haverá uma multiplicidade de programações. A lista completa está disponível no site da Expointer.

Neste ano, como o foco é a inovação, as tendências para o futuro do setor agropecuário ganharam ainda mais ênfase. A segunda edição do RS Innovation Agro é uma das grandes apostas. O palco contará com mais de 70 atrações, entre assinaturas de acordos, lançamentos, premiações, pitch de startups e painéis. O evento, organizado pela Secretaria de Inovação, Ciência e Tecnologia (Sict), acontece na Casa da Febrac.

O setor de máquinas e implementos agrícolas foi ampliado, permitindo a participação de mais 31 empresas, totalizando 170 expositores. Os maiores fabricantes nacionais apresentarão seus mais recentes lançamentos.

Tradicionalmente, a exposição de animais também está entre as principais atrações. O Desfile dos Grandes Campeões, que apresenta todos os animais premiados durante o evento, e o Freio de Ouro, a mais disputada prova entre cavalos crioulos, são alguns dos pontos altos da feira.

Reformas no parque

O espaço da feira passou por uma ampla reestruturação. Para esta edição, o governo do Estado investiu mais de R$ 2 milhões em reformas no parque, incluindo melhorias em acessibilidade.

Houve a pavimentação de ruas, reforma do pavilhão de bovinos de corte e ovinos, melhorias na rede elétrica, no abastecimento de água, na cobertura da pista de provas e de treino da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC) – onde acontece o Freio de Ouro –, aumento de 150 vagas de estacionamento, revitalização do Boulevard, melhorias em baias e reformas no camping para receber os associados, além de aprimoramento da acessibilidade (calçamento, rampas de acesso aos pavilhões, elevador no prédio da administração).

Pessoas com mobilidade reduzida e com deficiência visual poderão circular pelo parque com mais facilidade. Na Rota da Acessibilidade, foi feito um novo calçamento com 500 metros de extensão, que vai desde a entrada do Portão 5 até os pavilhões.

Pavilhão da Agricultura Familiar

Nesta edição, o Pavilhão da Agricultura Familiar terá o maior número de expositores da história da Expointer. A lista completa abrange 372 empreendimentos, dos quais 73 são estreantes. São 35 empreendimentos a mais do que no ano passado, quando 337 negócios estiveram presentes.

Dentre as novidades deste ano estão produtos como azeite de nozes, embutidos produzidos com carne suína da raça Moura, alho negro com mel, geleia de morango com espumante e rosca de coalhada gourmet.

O Pavilhão da Agricultura Familiar é organizado por uma comissão composta por Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), Secretaria de Estado de Desenvolvimento Rural (SDR), Emater/RS-Ascar, Fetag/RS, Fetraf/RS e Via Campesina.

Participação de animais

A Expointer 2023 contabiliza 4.275 animais de argola e rústicos inscritos (3.480 de argola e 795 rústicos); no pavilhão de pequenos animais, 233 coelhos e 79 chinchilas. Aves e pássaros ficaram de fora desta edição devido ao estado de emergência zoossanitária decorrente da influenza aviária.

Ingressos

O parque funcionará das 8h às 20h30 para entrada de pedestres e veículos. Os valores dos ingressos se mantiveram os mesmos do ano passado: R$ 16 (inteira) e R$ 8 (meia-entrada). Crianças de até seis anos, acompanhadas dos pais ou responsáveis, têm entrada gratuita. Estudantes, idosos com 60 anos ou mais e pessoas com deficiência pagam meia. O estacionamento para visitantes custa R$ 40 por veículo.

As entradas podem ser adquiridas de forma on-line, pela plataforma Ingresso Nacional, ou de modo presencial, durante os dias do evento, na bilheteria do parque (portão 3).

Outra novidade deste ano é a venda de ingressos dentro de estações do Trensurb. Haverá bilheterias volantes dentro de cinco estações: Mercado, Rodoviária, Canoas, São Leopoldo e Novo Hamburgo. Durante todos os dias do evento, das 8h às 15h, promotores de venda devidamente identificados estarão nos saguões dessas estações. Além disso, haverá totens de autoatendimento dentro do parque, em alguns portões de acesso.

Como chegar

O parque de Exposições fica localizado no Km 13 da BR-116 (via lateral) em Esteio. O trem é o meio mais utilizado para o deslocamento até o parque, sendo uma alternativa para evitar filas e lotação no estacionamento. Pegando o trem que liga Porto Alegre a Novo Hamburgo, basta desembarcar na estação Esteio.

A Trensurb montou uma operação especial para a Expointer 2023, de modo que os intervalos entre viagens serão reduzidos nos finais de semana e o efetivo será reforçado.

Se o visitante for de carro, há várias formas de acesso. Todas as orientações sobre o trajeto constam neste link, no site da Expointer.

Texto: Juliana Dias/Secom
Edição: Vitor Necchi/Secom