CEEE GRUPO EQUATORIAL PREPARA PLANO VERÃO

341
CEEE GRUPO EQUATORIAL prepara-se para o Verão 2022/23. Foto: Divulgação – CEEE EQUATORIAL

CEEE Grupo Equatorial prepara Plano Verão, entrega obras para o litoral e aumenta número de equipes de emergência para reduzir risco de interrupção de energia

Companhia aumenta capacidade de energia para o veraneio, com ampliação de subestações em Osório e Santo Antônio da Patrulha, além de promover melhorias em linhas de distribuição e automação.

Para diminuir interrupções, empresa efetuou manutenção prévia e vistorias na rede.

A CEEE Grupo Equatorial coloca em operação o Plano Verão 2023 para diminuir o número de interrupções no fornecimento de energia durante o período mais quente do ano. Além da prévia avaliação de pontos críticos em linhas de distribuição e na maior disponibilidade de equipes em campo para atendimento mais rápido a ocorrências, a companhia de energia aumenta a capacidade de suprimento de energia, com a ampliação de duas subestações importantes no litoral norte e entrega obras de melhorias e automação de rede.

O objetivo, com as medidas, é melhorar ainda mais o atendimento no período em que ocorre o veraneio, onde parte da população gaúcha migra para as praias do Rio Grande do Sul, e a colheita de safras de arroz e fumo no Sul, Litoral Sul e Campanha.

“Assim como em 2021/2022, quando não houve interrupções de grande complexidade no litoral durante as festas de fim de ano, estamos nos preparando com antecedência para atender o significativo aumento de necessidade de energia durante o verão. Além da verificação de linhas e do aumento de técnicos em campo para emergências, a ampliação das subestações de Osório e Santo Antônio da Patrulha trará mais energia à região e aliviará a demanda de outras unidades, trazendo maior qualidade e confiabilidade no fornecimento”, afirma Júlio Hofer, Superintendente Técnico da CEEE Grupo Equatorial.

Operação

A CEEE Grupo Equatorial realizou ações e planejamentos prévios de inspeção e planejamento, buscando maior agilidade no atendimento à população, solidez na operação e continuidade no fornecimento. São elas:

  • Plantão de atendimento operacional, com cerca de 70 equipes para serviços como restabelecimento da energia, inspeção e ligação nova;
  • Inspeção e ações de equilíbrio de carga para evitar a sobrecarga em equipamentos de rede;
  • Reordenamento e reforma de mais de 30 equipamentos (disjuntores, seccionadoras, sistemas de proteção e automação), que darão mais agilidade na recomposição de linhas interrompidas;
  • Realização de cerca de 350 inspeções em linhas de transmissão, com a correção em aproximadamente 600 pontos;
  • Verificação de 900 itens em subestações com ajuste em 700 pontos, atingindo eficácia de 90% do Plano de Manutenção para sistemas de Alta Tensão;
  • Realização de cerca de 300 inspeções em linhas de distribuição, com a correção de 2,8 mil pontos;
  • Aumento de potência instalada nas subestações Arroio do Sal, Capão Novo e Atlântida Sul, a partir da instalação de unidades móveis nas unidades, disponibilizando mais energia para atender a demanda;
  • Manutenção de mais de 10 sistemas de comutação dos transformadores de força, equipamentos que mantêm automaticamente a qualidade de energia fornecida pelas subestações;
  • Instalação de equipamentos de controle de tensão, para evitar sobrecargas;
  • Implantação da tecnologia Loop Automation (automação por meio de recomposição automática), para dar mais agilidade no restabelecimento da energia, com a instalação de 73 equipamentos religadores no litoral e a nova tecnologia de automação em Osório, Terra de Areia, Tramandaí, Mostardas, Pinhal e Santo Antônio da Patrulha;
  • Substituição de mais de 800 postes por outros, de concreto;
  • Poda próxima ou sob a rede de distribuição, com a retirada de mais de 3 mil pontos de contato com a vegetação, sendo 90% nas zonas urbanas. Nas ações, foram utilizadas equipes de linha viva, sem a necessidade de desligamento de energia para os clientes.

Subestações, Linhas de Distribuição e Obras

Além das ações de operação acima, nesta semana, a CEEE Grupo Equatorial entregou a ampliação de duas subestações de energia no litoral, que trarão maior disponibilidade de energia para a região e aliviarão o sistema elétrico da região.

A companhia de energia concluiu a ampliação, em 60%, da capacidade da subestação (SE) de Osório 1, localizada na BR-101, centro da cidade.  Na unidade, que contou com investimentos de cerca de R$ 4 milhões, foi instalado um transformador maior, fazendo com que a subestação agora possua 40 MVA de potência instalada. A ampliação da unidade, prevista no plano de investimentos do Grupo Equatorial Energia após assumir a companhia gaúcha, em julho de 2021, vai beneficiar diretamente 24,5 mil clientes tanto em Osório como nas vizinhas Maquiné, Caraá e Cidreira, com mais energia, qualidade e continuidade, além de incrementar o suprimento a outros 18 municípios desta região.

Foto: A subestação de Osório foi ampliada para atender à demanda do verão (Divulgação CEEE Grupo Equatorial)

Por sua vez, em Santo Antônio da Patrulha, a CEEE Grupo Equatorial concluiu a ampliação, também em 60%, da subestação da Av. dos Imigrantes. Na unidade, resultado de investimentos de R$ 4,6 milhões, foi instalado um transformador de maior capacidade, fazendo com que a subestação agora possua 40 MVA de potência instalada. A ação, que também consta do plano de investimentos do Grupo Equatorial Energia, vai beneficiar diretamente 26 mil clientes em Santo Antônio da Patrulha e nas vizinhas Osório e Caraá e aumentará a possibilidade de suprimento aos outros 19 municípios do litoral.

Também no litoral, os investimentos em linhas de distribuição e automação superaram R$ 5 milhões, com destaque para a construção de dois novos alimentadores na subestação Capão Novo, que trarão mais de 10 MW de potência ao atendimento de novas demandas das praias de Capão da Canoa. São eles:

– o AL-CPN-4, uma obra de 8,9 km com investimento de R$ 900 mil e com início de operação previsto para 20 de dezembro de 2022; e

– o AL CPN-5, com 4 km de rede, investimento de R$ 500 mil e previsão de operação em 29 de dezembro de 2022.

Na cidade de Mostardas, a CEEE Grupo Equatorial entregou uma obra que permite uma segunda fonte de suprimento à cidade. Desta forma, caso haja falta de energia por uma linha, a outra será acionada por manobra. Foram investidos R$ 1,2 milhão, que beneficiarão 4,5 mil clientes.

Em Torres, foram investidos R$ 2,3 milhões na rede de distribuição que fornece energia para a região próxima ao Parque Estadual de Itapeva. A linha foi recomposta e retirada da área do parque, evitando contato com a vegetação e beneficiando a qualidade do fornecimento de energia.

Por fim, também foram investidos iguais R$ 2,3 milhões na troca de rede de cobre, visada por furtadores, para alumínio. Mais de 10km de linhas foram substituídas em Pinhal, Tramandaí, Tavares e Osório, próximo à Atlântida Sul.

Durante o Verão de 2023, ainda estão previstas as entregas dos seguintes equipamentos, que aumentarão ainda mais a capacidade de fornecimento de energia:

– Nova linha de transmissão entre as duas subestações de Torres e entre essa cidade e o município de Arroio do Sal;

– Manutenção e reativação de transformadores nas subestações de Viamão 1 (25 MVA), Porto Alegre 2 (17MVA), Menino Deus (25 MVA) e Areal (25 MVA).

Regularização de Rede

A regularização de residências que possuem ligações irregulares de energia em redes clandestinas também é um destaque do Plano Verão, pois diminui a probabilidade de sobrecarga e interrupção de energia em trechos pontuais da rede.

Dentro do Projeto Gambiarra, que promove esta normalização, entrega energia com qualidade e segurança e torna os moradores clientes da companhia, a CEEE Grupo Equatorial concluiu 23 obras que já beneficiam cerca de 2,5 mil famílias. As comunidades atendidas até o momento são:

Cidreira/Comunidade de Chico Mendes – 700 novos clientes beneficiados;

Capão da Canoa/Comunidades de Vale Verde, Comunidade Lado Condomínio Dubai e Capão Novo -1200 consumidores beneficiados;

Balneário Pinhal/Comunidade de Magistério – 50 consumidores beneficiados;

Tramandaí/Comunidade da Portelinha – 600 consumidores beneficiados;

Região Metropolitana

A CEEE Grupo Equatorial também entregou duas obras na região metropolitana, promovendo um incremento de disponibilidade de energia para o verão.

Uma, em fevereiro, em Guaíba, foi a ampliação da Subestação Guaíba 1, com investimento de R$ 3,5 milhões e ampliação de capacidade em 15 MVA. Com a instalação de novos equipamentos, a unidade passa a operar com 65 MVA de potência instalada, trazendo benefícios imediatos a mais de 38 mil clientes (ou aproximadamente 150 mil pessoas) e permitindo um novo patamar de disponibilidade e energia aos seis municípios da região: Guaíba, Eldorado do Sul, Barão do Triunfo, Sertão Santana, Mariana Pimentel e Barra do Ribeiro.

Outra, também em dezembro, foi a entrada em operação de uma nova Linha de Transmissão entre Viamão e Águas Claras. A companhia de energia investiu cerca de R$ 25 milhões na construção de nova rede, de 24 km e com 89 estruturas de suporte, que interligarão três das principais subestações da cidade e beneficiarão 6,6 mil clientes residenciais e indústrias nas regiões próximas ao bairro Águas Claras.

Comercial

Na parte comercial, para levar mais facilidade, comodidade e agilidade aos clientes do litoral durante o verão, a CEEE Grupo Equatorial, desde o dia 10 de dezembro, está abrindo suas agências de atendimento de Balneário Pinhal, Capão da Canoa, Torres e Tramandaí também aos sábados, das 08h às 12h. O funcionamento nos dias úteis permanece inalterado, com horário das 8h às 17h.

“O atendimento estendido aos sábados ocorrerá até o final de fevereiro, oferecendo assim mais um canal de atendimento aos clientes da distribuidora que se deslocam ao litoral e que optam por buscar o atendimento presencial”, diz Marvin Ramgrab, Gerente de Relacionamento com o Cliente da CEEE Grupo Equatorial.

Marvin ressalta que a religação de urgência, normalmente oferecida somente em dias úteis, passará a ocorrer nessas localidades também aos sábados. “Sendo parte do nosso Plano Verão, o objetivo do serviço também aos sábados é dar atenção diferenciada aos nossos clientes, principalmente neste período onde há grande migração de clientes para as praias do litoral”, finaliza.

Confira os endereços das agências de atendimento:

Balneário Pinhal

Av. Castelo Branco, 181 – Centro

Horário de atendimento:

Segunda a sexta-feira das 08h às 17h

Sábados – 08h às 12h (nos meses de dezembro/22 a fevereiro/23, exceto feriados)

Capão da Canoa

Rua Ubatuba, 581 – Centro

Horário de atendimento:

Segunda a sexta-feira das 08h às 17h

Sábados – 08h às 12h (nos meses de dezembro/22 a fevereiro/23, exceto feriados)

Torres

Av. Silva Jardim, 111 – Centro

Segunda a sexta-feira das 08h às 17h

Sábados – 08h às 12h (nos meses de dezembro/22 a fevereiro/23, exceto feriados)

Tramandaí

Rua Amâncio Amaral, 1138 – Centro

Segunda a sexta-feira das 08h às 17h

Sábados – 08h às 12h (nos meses de dezembro/22 a fevereiro/23, exceto feriados)

Outros canais

Além do atendimento na agência, os clientes da CEEE Grupo Equatorial possuem os seguintes canais de comunicação:

– site https://ceee.equatorialenergia.com.br/

– tel: 0800 721 2333

– para falta de energia, SMS 27307, que deve ser preenchido com a palavra LUZ e o número da Unidade Consumidora (encontrado no canto superior direito da fatura de energia).

– Whatsapp Clara (51) 3382-5500, para solicitar religação e informar falta de energia (basta adicionar o telefone à sua lista de contatos).

Dicas de Economia de Energia

Com a chegada do Verão e maior consumo, evitar as chamadas “fugas” de energia e a adequação do cabeamento elétrico permitem melhor aproveitamento dos equipamentos, refletindo até mesmo na conta de luz no fim do mês. Por isso, a CEEE Grupo Equatorial preparou algumas dicas em relação aos principais “vilões” do consumo no verão. Ar-condicionado, chuveiro com a potência máxima e outros itens são ligados excessivamente para amenizar as altas temperaturas dentro de casa, mas o conforto em excesso pode elevar os gastos.

De acordo com especialistas, o valor da conta de energia pode subir de 20% a até 50% no verão, dependendo da região, do tamanho da família e dos hábitos de cada uma. Veja algumas ações que, além de trazerem segurança na utilização dos equipamentos, também podem não trazer um susto na hora de pagar a fatura:

Ar-condicionado

O ar-condicionado, sem dúvida, é o maior vilão do consumo de energia no verão. Se mantido ligado o dia todo, será responsável por 15% a 20% do consumo total de uma residência. Nesta época do ano, abra as janelas o maior tempo possível e deixe o ar natural ventilar o espaço. Em outras situações, utilize um ventilador, que é mais econômico.

Sobre o ar-condicionado, é importante evitar que o equipamento fique exposto ao sol e que ele seja instalado em local com boa circulação de ar. Durante seu funcionamento, mantenha as janelas e portas fechadas, evitando a entrada de ar do ambiente externo. Mantenha-o desligado quando estiver fora do ambiente por muito tempo ou em dias de temperatura amena.

Em termos de manutenção, limpe sempre os filtros, pois a poeira impede a livre circulação do ar e faz o aparelho trabalhar mais, consumindo mais energia.

Chuveiro elétrico

Está também entre os principais vilões, sendo um dos responsáveis por um percentual significativo no consumo de energia residencial. Quando o aparelho está com a chave na posição “inverno”, o consumo aumenta em média 30%. Dessa forma, claro, a principal mudança de hábito para controlar a conta de luz é tentar posicioná-lo em “verão”, reduzir o tempo de banho e evitar o desperdício de água.

Além disso, é importante evitar o uso do chuveiro no horário de pico (início da manhã e início da noite), para não sobrecarregar o sistema elétrico. No chuveiro, vale também utilizar resistências originais, verificando a potência e a voltagem correta, jamais fazer emendas ou adaptações e, nas substituições, utilizar equipamentos com a potência compatível ao dimensionado para o circuito de alimentação. O chuveiro elétrico também precisa de manutenção, por isso é recomendado limpar periodicamente os orifícios de saída de água do chuveiro.

Geladeira

A geladeira é um grande consumidor de energia elétrica, representando, em média, 15% a 20% do consumo. Por isso, deve ser instalada em local ventilado, não encostar em paredes ou móveis e ficar longe de raios solares e fontes de calor, como fogões e estufas. É importante também sempre regular o termostato.

Além disso, não use as serpentinas de trás do aparelho para secar panos de prato e roupas, verifique se a borracha de vedação está em bom estado, evitando que o ar frio escape de dentro da geladeira. Não abra a porta sem necessidade ou por tempo prolongado e não guarde alimentos quentes no refrigerador, nem no freezer.

Então para acabar com esse vilão da economia, é bem fácil: basta deixar um litro com água com gelo fora da geladeira. Assim, você evita abrir o eletrodoméstico toda hora para pegar água, economiza energia e ainda conserva a borracha de vedação da sua geladeira por mais tempo.

Iluminação

A iluminação representa de 5% a 10% do consumo. Então, assim como no uso do ventilador, mantenha as janelas abertas, aproveite a luz natural e evite acender lâmpadas durante o dia. Ao sair de um ambiente, apague a luz. Limpe sempre as lâmpadas e luminárias para aproveitar a maior iluminação das mesmas.

Substitua lâmpadas incandescentes por fluorescentes compactas ou LED. Além de consumir 75% (fluorescente) e 85% (LED) menos que as incandescentes, elas iluminam melhor e duram 6 ou 25 vezes mais, respectivamente.

Se possível, na sua residência, utilize as cores claras na decoração, para facilitar a iluminação.

Por fim, e não menos importante, revise as instalações internas, de modo a evitar fuga de corrente e mitigar riscos de acidentes.

Ferro de passar roupa e máquina de lavar

Outro grande vilão no consumo de energia elétrica é o ferro, que funciona por meio do aquecimento de uma resistência, cuja potência varia conforme o modelo do aparelho. Para usá-lo com economia, habitue-se a acumular a maior quantidade possível de roupas, para passar tudo de uma vez só. Ligá-lo várias vezes ao dia desperdiça muita energia. Também regule a temperatura seguindo as orientações do fabricante ou, no caso do ferro elétrico automático, a indicada para cada tipo de tecido.

Outra dica é iniciar sempre pelas roupas que requerem temperaturas mais baixas. Assim, reserve algumas roupas leves, como as feitas de nylon e lingeries, para serem passadas nos últimos dez minutos, com o ferro desligado. Isso ajuda a economizar, já que o aparelho ainda estará quente.

Da mesma forma, acumule roupas também com a máquina de lavar e a utilize menos vezes, economizando energia.

Por fim, se for comprar um aparelho novo, a Equatorial orienta sempre a escolha de aparelhos que possuem o Selo Procel e que são classificados na categoria “A” do Inmetro, pois são os mais eficientes e consomem menos energia.