BANRISUL ANUNCIA MAIOR PLANO SAFRA DE SUA HISTÓRIA – Podcast

165
“Precisamos estar cada vez mais ao lado dos nossos produtores”, disse Leite. – Foto: Maurício Tonetto/Secom

BANRISUL ANUNCIA MAIOR PLANO SAFRA DE SUA HISTÓRIA – Podcast

Crescimento é de 57% em relação à oferta de crédito da safra anterior, com ampliação do volume de recursos em R$ 4 bilhões

O Banrisul lançou, na quinta-feira (6/7), o maior Plano Safra de sua história, disponibilizando R$ 11 bilhões em crédito, 57% a mais em relação à safra anterior — que também foi recorde e assegurou R$ 7 bilhões ao agronegócio gaúcho. Esse é o terceiro ano consecutivo de valores substanciais, com R$ 5 bilhões no ciclo 2020/2021. A apresentação do novo Plano Safra, que ocorreu durante o AgroShow Banrisul 2023, em Porto Alegre, contou com a presença do governador Eduardo Leite.

Durante o anúncio, Leite destacou a expansão dos recursos e a contribuição desses aportes para o desenvolvimento do Estado. “Precisamos estar cada vez mais ao lado dos nossos produtores. Isso é importante para que cada um dos empreendedores na área rural tenha a confiança de investir, sabendo que há políticas públicas para ajudar a ter ganhos de produtividade e que existe um banco como o Banrisul, cujos planos oferecidos são robustos para as nossas safras”, afirmou.

Ao todo, o Plano Safra 2023/2024 disponibilizará R$ 5,2 bilhões para grandes produtores, R$ 3,8 bilhões para médios produtores e R$ 2 bilhões para a agricultura familiar. Considerando os pequenos e médios agricultores, a ampliação de recursos será de mais de 66% na comparação com o Ano Safra anterior.

Leite e o presidente do Banrisul, Claudio Coutinho, destacaram importância do agronegócio para o desenvolvimento do Estado – Foto: Maurício Tonetto/Secom

“Estamos anunciando o maior Plano Safra da história do Banrisul, reforçando o foco estratégico do banco para o setor e consolidando sua posição como fomentador do agronegócio e do desenvolvimento econômico do Rio Grande do Sul”, destacou o presidente do Banrisul, Cláudio Coutinho. “Serão mais de 50 mil produtores beneficiados, o que demonstra que estamos conectados à realidade do campo.”

O titular da Secretaria da Agricultura, Pecuária, Produção Sustentável e Irrigação (Seapi), Giovani Feltes, ressaltou a importância desses investimentos para garantir a segurança alimentar. “Por trás dessa proposta, está a convicção de que o agro será, no Estado e no país, um setor fundamental para a segurança alimentar. Estamos reconhecendo a dimensão de seu protagonismo e das transformações que são possibilitadas, do ponto de vista do avanço social, econômico e tecnológico”, salientou.

O diretor de Crédito do Banrisul, Osvaldo Lobo Pires, disse que a prioridade continuará sendo atender à agricultura familiar e aos médios produtores. “Acreditamos no impacto social e na segurança alimentar que esse público oferece. Nosso maior propósito é promover o desenvolvimento econômico e social do Estado, sendo o agente financeiro e transformador da vida das pessoas”, ressaltou.

Além disso, em conexão com a sustentabilidade, o banco manterá as linhas de investimento com foco em práticas socioambientais. “Pela modalidade AgroInvest Sustentabilidade, queremos incentivar a adoção de práticas sustentáveis e energias renováveis, alinhados ao movimento de finanças verdes e ESG. Também vamos seguir incentivando a agricultura de baixo carbono, o uso de energia fotovoltaica e de biodigestores, além da irrigação — que é essencial —, solos e armazenagem”, destacou Coutinho. A sigla ESG refere-se à estratégia Environmental, Social and Governance, que diz respeito à sustentabilidade ambiental, social e de governança corporativa.

No Ano Safra 2022/2023, os clientes da agricultura familiar correspondiam a 51% do número de contratos realizados. Somados aos médios produtores, a representatividade supera 84%. Na comparação com 2021/2022, a quantidade de operações realizadas com pequenos e médios produtores cresceu mais de 70%.

“O agro será, no Estado e no país, um setor fundamental para a segurança alimentar”, afirmou Feltes – Foto: Maurício Tonetto/Secom

Conexão com o campo

Em alinhamento com o compromisso da capilaridade dos serviços, o banco tem reforçado e qualificado sua atuação no ramo do agronegócio. Com o intuito de se aproximar ainda mais do produtor rural, desde 2021, a instituição financeira deu início a um projeto de qualificação dos espaços de atendimento desse setor, com ambientes tematizados e exclusivos. Hoje, os Espaços Agro já estão disponíveis em Santo Ângelo, Cruz Alta, Passo Fundo, Ijuí, Carazinho, Bagé e Santana do Livramento. Além disso, outros 11 espaços estão em fase de implantação.

O diretor Comercial, Fernando Postal, ressaltou a ampliação do time de gerentes e especialistas em agronegócio. “Atualmente, temos 51 gerentes de Relacionamento, atendendo a carteiras exclusivas de clientes do agro, com abrangência em mais de 100 municípios. Há também outros 26 gerentes de Agronegócio, que atuam em microrregionais em todo os Estado e são responsáveis pela orientação técnica às agências e expansão de parcerias e negócios, com parceiros e entidades em todas as regiões”, elencou.

Postal apontou ainda a qualificação das equipes disponíveis. “São mais de 350 agências com perfil para o agro, com equipes treinadas para o atendimento aos nossos clientes. Além disso, possuímos mais de 3,5 mil assistentes técnicos conveniados e capacitados para a realização de projetos e assessoria técnica ao produtor agro”, disse.

Balanço Plano Safra 2022/2023

O Banrisul encerrou o Ano Agrícola 2022/2023 com resultados recordes. Foram mais de R$ 9,3 bilhões em concessões de crédito rural, com crescimento em torno de 88% em relação ao Ano Safra anterior. Na comparação com a Safra 2019/2020, que marca a retomada do agronegócio como pilar estratégico para o banco, o incremento foi de 312%.

Só em custeio, foram mais de R$ 6,5 bilhões alocados no último período. O crescimento da carteira de crédito ocorreu, principalmente, em financiamentos para pequenos e médios produtores rurais, de forma pulverizada.

Além disso, as linhas de investimento cresceram em torno de 125% na comparação entre o Ano Safra atual e o anterior. As modalidades que mais se destacaram foram: Equaliza Moderfrota, Equaliza Pronaf, Equaliza Irrigação, Fundo Clima e AgroInvest Sustentabilidade.

Texto: Ascom Banrisul e Juliana Dias/Secom
Edição: Felipe Borges/Secom