PELOTAS COMEÇA SEMANA COM BANDEIRA VERMELHA E COMÉRCIO FECHA A PARTIR DE TERÇA-FEIRA – Podcast

212

Pelotas adotará os protocolos do modelo de Distanciamento Controlado. Prefeita anuncia que não irá recorrer e Pelotas ficará com a Bandeira Vermelha até o dia 13 de julho

Após discutir a mudança da região de Pelotas para a bandeira vermelha – no modelo do Distanciamento Controlado do governo do Estado – com os prefeitos da Zona Sul e empresários locais, e de avaliar a situação junto ao Comitê de Crise, a prefeita Paula Mascarenhas decidiu, neste domingo (5), não recorrer da alteração. A decisão foi anunciada em vídeo publicado nas redes sociais, e as definições da bandeira vermelha passam a valer a partir desta terça-feira, 7 de julho.

Conforme o decreto municipal nº 6.276, a cidade passou a adotar, automaticamente, os protocolos do Sistema de Distanciamento Controlado, correspondentes à coloração da respectiva bandeira, sem a necessidade de publicação de um novo decreto para reger a situação. O mesmo documento também esclarece que o Município pode definir medidas mais rígidas, se entender que se fazem necessárias.

Podcast – Manifestação da prefeita Paula Mascarenhas sobre a bandeira vermelha e o fechamento dos serviços e comércios a partir desta terça-feira:

“A questão é que, numa cidade como Pelotas, cujas características principais são o comércio e os serviços, são essas as atividades que movimentam as pessoas e que as fazem sair de casa. No entanto, nem todo mundo está tendo a consciência de que só deve sair para questões essenciais”, disse a prefeita durante vídeo publicado neste domingo.

Na manifestação, a prefeita esclareceu que entende o quanto é penoso parar atividades econômicas – tão importantes para o desenvolvimento da cidade e para a manutenção de empregos -, mas considerou o contexto de extrema dificuldade no qual o Rio Grande do Sul está inserido, além da situação delicada em que se encontra a região sul. Paula defende que este é o momento para decisões mais rígidas e não quando estiver sem alternativa.

DADOS

A atualização aponta que houve um aumento de 144%, entre as duas semanas, nas internações confirmadas para a doença nos últimos sete dias, passando de nove na semana anterior para 22 na atual. Além disso, na Zona Sul, cresceu o número de internados por Síndromes Respiratórias Agudas Grave (SRAG) em UTI (de 13 para 17), o número de internados em leitos clínicos Covid (de oito para 12) e de internados em leitos de UTI Covid (de 9 para 15).

O aumento de hospitalizações provocou o agravamento dos indicadores de estágio da evolução na região e de incidência de novos casos da doença, prejudicando a capacidade de atendimento na área.

Na sexta-feira, a prefeita Paula Mascarenhas já havia feito pronunciamento nas redes sociais, logo após a divulgação, quando afirmou que as próximas horas seriam de análise dos dados e dos critérios estabelecidos pelo Estado. Em transmissão de vídeo, ao vivo, realizada na última quinta-feira (2), a chefe do Executivo também comentou sobre a expectativa da alteração na bandeira no município.

“Na última live que fiz, durante esta semana, já anunciei uma possibilidade de mudarmos para bandeira vermelha. É importante as pessoas entenderem que isso é uma avaliação regional, não é uma avaliação exclusiva de Pelotas”, disse a prefeita, iniciando a explicação online à população.

CONTRAPONTO

O presidente do Sindilojas – Pelotas, Renzo Antoniolli contrapõe os argumentos impostos pela administração municipal e fez manifestação no Treze Horas desta segunda-feira, 06.07. Confira o Podcast com a manifestação do presidente do Sindilojas: