MEMÓRIA DO TREZE HORAS: 84º G.P. PRINCESA DO SUL EM HOMENAGEM AO MINISTRO CIRNE LIMA

120
O JOCKEY CLUBE DE PELOTAS NA DÉCADA DE 30 EM DIA DE GP. PRINCESA DO SUL.. Foto: Arquivo do JCP.
Ex-Ministro da Agricultura Dr. Luiz Fernando Cirne Lima, um dos maiores entusiastas do Turfe no BRASIL.

GRANDE PRÊMIO PRINCESA DO SUL 2022

A 84a. Edição do G.P. Princesa do Sul, que acontece neste domingo, 10.04, corrida em 1.900 metros com a participação de sete animais, será em homenagem ao Ex-Ministro da Agricultura Dr. Luiz Fernando Cirne Lima, um dos maiores entusiastas do Turfe no BRASIL e um dos grandes apoiadores do Jockey Club de Pelotas. O G.P. PRINCESA DO SUL será corrido às 16h10min deste domingo, 10 de abril.

O Jockey Club de Pelotas foi fundado em 22 de junho de 1930 por um grupo de amantes do turfe que criou a Associação Jockey Club de Pelotas. A entidade, de caráter civil, nasceu pela liderança do coronel Zeferino Costa Filho e tinha como objetivo promover o melhoramento do puro sangue inglês (PSI). A data da fundação foi marcada por assembleia nos salões do Clube Comercial com a presidência de Joaquim Francisco Assis Brasil que palestrou falando ao público presente sobre as vantagens sociais, morais, culturais e esportivas da criação de cavalos.

No dia 22 de junho de 1932 foi eleita a segunda diretoria, liderada pelo médico José Inácio do Amaral que lançou a pedra fundamental do pavilhão (19 de setembro de 1933) do JCP e foi responsável pela demarcação das pistas e nivelamento do terreno, dando início a obra do hipódromo. Durante este mandato foram realizadas as carreiras rasas que com o apoio do Coronel Zeferino Costa foram oficializadas.

A diretoria seguinte assumiu em junho de 1934 e teve a frente o cirurgião Ariano Requião de Carvalho, responsável pela implantação dos páreos clássicos e da construção do pavilhão central que foi inaugurado em dezembro daquele ano. Em março de 1936 nasceu o Grande Prêmio Princesa do Sul com a premiação de 20 mil réis para o primeiro colocado. Naquela época o sucesso foi tamanho que o evento bateu recorde de apostas no Rio Grande do Sul. Em seus tempos áureos, o Jockey Club de Pelotas chegou a ter 1,2 mil sócios. O Grande Prêmio Princesa acabou por se tornar a mais tradicional corrida do interior do Estado, com uma média de público de 15 mil espectadores a cada edição.