DEPUTADO MARRONI PREVÊ APROVAÇÃO DOS PROJETOS DO GOVERNO

286
O deputado estadual do Partido dos Trabalhadores participou do Treze desta terça-feira e prevê que o plenário da Assembléia Legislativa deverá aprovar as reformas propostas pelo Palácio Piratini.

O Treze Horas desta terça-feira, 28.01, teve a participação do deputado pelotense Fernando Marroni-PT, falando direto da Assembleia Legislativa. Marroni, que é um deputado de oposição disse na entrevista que existe a perspectiva real de aprovação  dos projetos que integram a pauta das sessões extraordinárias do parlamento gaúcho. Seguindo o regimento, na tarde de ontem, os deputados estaduais discutiram e aprovaram, com 34 votos favoráveis e 15 contrários, apenas o requerimento da convocação, disse Marroni. A votação efetivamente dos projetos terá início nesta terça-feira a tarde. Marroni também falou sobre alguns projetos que estarão na pauta desta semana e que a bancada do Partido dos Trabalhadores deverá apresentar emendas para ‘tentar minimizar os problemas decorrentes da aprovação’, segundo a visão de Fernando Marroni. O Treze pesquisou para seus leitores a ordem dos projetos que serão apreciados nesta semana de convocação extraordinária.

Ordem da votação 

A votação da convocação extraordinária começará hoje com duas sessões (14h e 18h). Na quarta, quinta e sexta-feira poderão ser realizadas três sessões (9h, 14h e 18h).

1. PEC 285/2019, que altera os artigos da Constituição, como vantagens e aposentadoria. É preciso votação em dois turnos, com intervalo de três sessões.
2. PL 500/2019, prevê a quitação de dívidas do Estado mediante dação em pagamento de seus imóveis dominicais.
3. PLC 509/2019, que dispõe sobre aposentadoria especial para os policiais civis e agentes penitenciários.
4. PL 1/2020, Institui o Sistema Estadual Unificado de Apoio e Fomento às Atividades Culturais – PRÓCULTURA.
5. PLC 2/2020, que altera o estatuto e regime jurídico único dos servidores públicos civis.
6. PL 3/2020, que altera o Estatuto e Plano de Carreira do Magistério Público do RS.
7. PLC 4 2020, que fixa o subsídio mensal para o Quadro de Cargos de Provimento Efetivo do Instituto-Geral de Perícias – IGP.
8. PLC 5/2020, que altera o Regime Próprio de Previdência Social dos Servidores Militares do Estado do Rio Grande do Sul, institui o Fundo Previdenciário dos Servidores Militares – Fundoprev/Militar, e dá outras providências.
9. PLC 6/2020, que fixa o subsídio mensal dos Militares Estaduais (Brigada Militar e Corpo de Bombeiros Militar).

DENÚNCIA

Dr. Alcino Alcântara Filho esteve no Treze Horas e alertou para um grave problema na área médica.

Também participou do programa desta terça-feira o médico Alcino Alcântara Filho, que fez uma grave denúncia na área da saúde pública do país: Os laboratórios Medley e Aché decidiram recolher lotes de medicamentos com cloridrato de renitidina por suspeita de uma possível contaminação de uma substância de efeito cancerígeno nos pacientes que consomem os produtos. Os medicamentos são utilizados para o tratamento de úlcera estomacal, refluxo, dentre outras enfermidades.

A Medley retirou do mercado 50 lotes do medicamento Ranitidina de 150mg e 300mg, com fabricação entre outubro de 2018 e setembro de 2019. O receio da companhia envolvia a possível presença de uma impureza da nitrosamina chamada N-nitrosodimetilamina, que teria potencial de causar câncer em seres humanos. O alerta teve por base matéria publicada em jornais do centro do país e se mostra preocupante, segundo o médico pelotense.

Já o laboratório Aché realizou também preventivamente a coleta dos medicamentos Label comprimidos e Label xarope e genéricos de cloridrato de raniditina. Em nota, alegou que “segue rigorosamente todas as solicitações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), inclusive a recomendação sobre o controle das nitrosaminas”.

Segundo a Medley, as pessoas que tiverem de se desfazer do medicamento não terão prejuízos. A empresa orienta quem estiver nesta situação a entrar em contato com o SAC da Medley pelo telefone 0800 7298 000, de segunda-feira a sexta-feira, das 9h às 17h.

Também no caso da Aché, dúvidas de pacientes ou lojistas vendedores dos produtos devem ser encaminhadas por meio da Central de Atendimento a Clientes pelo telefone 0800-701-6900 ou pelo e-mail:[email protected] .

Também participaram do programa desta terça-feira: Clayton Rocha, Paulo Gastal Neto, Daniela Simões Lopes, Rogério Teixeira Brodbeck, José Apodi Dourado.

O programa está disponível no site www.pelotas13horas.com.br – link – PROGRAMAS