BISCOITOS ZEZÉ NO ‘PELOTAS DOCE NATAL’ E FENADOCE 2020

385
José Ruivo, um dos diretores da indústria de Biscoitos Zezé, uma empresa genuinamente pelotense, que está ao lado do Treze e apoia os eventos da cidade. Mais uma vez estará patrocinando o Pelotas Doce Natal. Uma marca que está no coração dos pelotenses!

Mais uma vez a ‘Biscoitos Zezé’ estará no patrocínio do Pelotas Doce Natal e na FENADOCE. Uma marca de Pelotas, apoiando eventos elevam a auto-estima dos pelotenses. E não será diferente em 2019, pois na próxima  quarta-feira, dia 13.11, às 11h30min, na sede da Prefeitura Municipal, será o ato de assinatura  do patrocínio ao Pelotas Doce Natal, que já é tradicional na Praça Coronel Pedro Osório e que reúne milhares de pelotenses nas noite que antecedem o Natal. No mesmo ato a ‘Biscoitos Zezé’ também ira formalizar o apoio à FENADOCE de 2020. Dois grandes eventos do calendário turístico da cidade com a chancela de uma empresa de Pelotas. Uma grande iniciativa!

BISCOITOS ZEZÉ
A Biscoitos Zezé completou em 2018 o seu cinquentenário. A empresa está localizada em Pelotas desde que iniciou sua atividades a partir de um pequeno armazém fundado por João Maria da Silva Ruivo. Em 1968, foi criada a Padaria Independente, que, pela qualidade dos pães e biscoitos, levou a criação da Zezé. A empresa familiar sempre manteve controle de seu crescimento, que, ao longo do tempo, foi metódico. Atualmente, a fábrica produz 35 toneladas de alimentos por dia e atende a mercados como Rio Grande do Sul e Santa Catarina.
O diretor de Planejamento da Biscoitos Zezé, Fábio Langlois, informa que a empresa registrou um crescimento de 8% no faturamento em 2017 sobre 2016. Segundo o diretor, nos primeiros dois meses de 2018, comparado a igual período do ano passado, o crescimento foi de 15%, parte deste valor, puxado pelo pão de mel, e também alavancado a partir de ações na divulgação da marca, em parte via publicidade associada ao futebol.
Fábio explica que o lançamento do pão de mel, em 2018, foi um dos responsáveis pelo retorno financeiro para Zezé. Ele lembra que o produto passou por um período de teste antes de ingressar no mercado, e agora ele está dando retorno. Outro produto que está recebendo grande retorno do público consumidor é o biscoito Mignon, que foi relançado em 2017, com embalagens de 800 gramas, e agora com uma gama de sabores.
Fábio diz que a Zezé, nos últimos 10 anos, investiu ao redor de R$ 10 milhões em tecnologia, com novos equipamentos. Ele explica que a área física da fábrica, de 15 mil metros quadrados, permanece igual, porém a empresa tem capacidade ociosa e um grande potencial de crescimento de mercado e que, nos últimos cinco anos, a Zezé investiu a cifra de R$ 5 milhões em nova linha de biscoitos.