MORRE EX-SENADOR GAÚCHO JOSÉ PAULO BISOL – Podcast

105
Bisol foi o primeiro candidato a vice de Lula.

O ex-senador pelo Rio Grande do Sul José Paulo Bisol morreu neste sábado aos 92 anos de idade. Bisol foi o primeiro candidato a vice-presidente de Lula, em 1989, na histórica campanha do sem medo de ser feliz. Com a eleição de Olívio Dutra para governador do RS em 1998, assumiu a Secretaria de Justiça do Rio Grande do Sul. Em junho de 2000 filiou-se ao PT.

José Paulo Bisol nasceu em Porto Alegre em 22 de outubro de 1928, foi desembargador, escritor e político. Ficou conhecido por sua defesa dos direitos humanos. Seria, alinhado com Mário Covas, um dos fundadores do PSDB, mas, a pedido de Lula, não se filiou ao PSDB e sim ao PSB, visando a candidatura a vice-presidente na chapa de Lula em 1989.

JORNALISTA RAUL FERREIRA SOBRE JOSÉ PAULO BISOL – Podcast

Trajetória

José Paulo Bisol e sua esposa Vera Lúcia Zanette, no seu aniversário de 90 anos, em Porto Alegre Katia Marko – Brasil De Fato | Porto Alegre

José Paulo Bisol estudou Direito na PUC-RS e Comunicação na UFRGS. Em 1982 foi eleito deputado federal no RS pelo PMDB. Em 1986 foi eleito senador pelo mesmo partido. Junto com Mário Covas, foi um dos fundadores do PSDB em 1988, ano que participou de forma atuante na Assembleia Constituinte. Em 1993, ajudou a criar a primeira CPI do Congresso Nacional, que investigou o escândalo dos “Anões do Orçamento”. Em 1989, mudou para o PSB e foi candidato a vice-presidente na chapa de Luiz Inácio Lula da Silva, do PT. Foi cotado como candidato a vice de Lula em 1994, mas devido a denúncias de que apresentou emendas superfaturadas para beneficiar o município de Buritis (o que nunca foi provado), foi substituído por Aloízio Mercadante. Em 1998 foi candidato ao Senado pelo Rio Grande do Sul, sem êxito. Tal candidatura foi a última na carreira pública. Entre 1999 e 2002 foi secretário de Justiça e Segurança do Rio Grande do Sul durante o governo de Olívio Dutra, propondo a unificação das polícias civil e militar. No ano de 2009, foi condecorado com a Medalha Mérito Farroupilha, a mais alta distinção da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul.