ARTIGO – MATRIARCAS E PATRIARCAS, OS VULTOS RESPEITÁVEIS DO ORIENTE

401
A Governadora Anandiben Mafatbhai Patel, nascida em 21 de novembro de 1941, e que busca um novo mandato aos 80 anos de idade em  UTTAR PRADESH. 

MATRIARCAS e PATRIARCAS, OS VULTOS RESPEITÁVEIS DO ORIENTE

.
Clayton Rocha
.
Sempre necessários nestes tempos de superficialidades e de desrespeito aos valores humanos.
                             _____________________________________
.
Há uma tradição na Índia, segundo a qual cada um deve curvar-se diante do conhecimento e da experiência de vida daqueles que – graças à longevidade – mostram-se dispostos a ensinar aquilo que sabem em benefício das novas gerações. Os grandes pensadores orientais costumam dizer que as posições não trazem distinções; quem as faz são os homens que as ocupam. Eles também nos mostraram que a verdadeira sabedoria oriental consiste em saber que você não sabe de nada. De outra parte, segundo célebre lição de Platão voltada para uma máxima de construtores, pedras maiores não se ajeitam sem as menores.
.
Descobre-se ainda, num templo ou num parque do Oriente, num endereço de meditação que seja, o quanto carrega em conteúdo aquela máxima de Sócrates: Toma cuidado com a esterilidade da vida agitada e dos grandes barulhos, pois quando falares deves ter esse cuidado precioso, o de que as tuas palavras sejam melhores que o silêncio. E então, bem ciente destes recados necessários, cada um de nós poderá voltar o seu rosto sempre na direção do Sol, para que as sombras fiquem para trás.
.
A sabedoria milenar dos povos asiáticos – prestes a ocupar marcante liderança mundial neste Século XXI – nos diz ainda que a pena faz mais estragos que a espada. Com a pena, escreve-se a sentença de morte; e com ela apaga-se toda uma nação, ou bem mais de uma, ou até mesmo um pedaço gigantesco de um Continente. Na ponta de uma pena está o destino do mundo, e ante uma palavra escrita se inclinam, às vezes, as cabeças mais soberbas.
.
Lembremo-nos portanto, nesta hora de desordens e de intolerâncias, de sangue e de irracionalidades, de ódios à flor da pele e de ausência de fé, de alguns traços identificadores do mundo oriental ora envolvendo uma matriarca, por sinal uma  ex-ministra da Educação da Índia (2002/2007); cuja considerável idade também é responsável pelas lições de vida que vem sendo dadas pela  líder de 204 milhões de habitantes em um território ao norte da Índia: a Governadora Anandiben Mafatbhai Patel, nascida em 21 de novembro de 1941, e que busca um novo mandato aos 80 anos de idade em UTTAR PRADESH.
.
Eis aqui o bom exemplo de uma pacifista em tempos de pobrezas de espírito, estas infelizmente colocadas acima de gestos necessários de grandeza humana e de entendimento entre os homens.
.
Se Francisco, o papa argentino, disse recentemente ao cardeal Luis Antônio Tagle lá nas Filipinas, (este, filho de uma chinesa) que o futuro da Igreja Católica está voltado para a Ásia, talvez seja conveniente projetar uma outra ideia quanto ao papel que será reservado ao Oriente na liderança do mundo, nesta primeira metade do Século XXI.