9.6 C
Pelotas
segunda-feira, 23 de maio 2022.
Início Tags Lourenço cazarré

Tag: lourenço cazarré

ARTIGO – A VERDADEIRA HISTÓRIA DA VELHA ETP (1)

A VERDADEIRA HISTÓRIA DA VELHA ETP (1) Seu Mando e o espelhinho Lourenço Cazarré* Aprovado em um “vestibulzarzinho”, comecei a cursar em 1965 o Ginásio Industrial na...

DICA DE LIVRO: TRÁFICO DE NEGROS NO BRASIL NO PERÍODO ESCRAVOCRATA...

Ouça na voz de um dos autores, Lourenço Cazarré, a dica de livros da Sala de Leitura do Treze Horas. Confira no Podcast abaixo: 

ARTIGO – O PADEIRO E A FLORISTA

O PADEIRO E A FLORISTA Lourenço Cazarré* Sempre achei que os portugueses eram mais numerosos em Pelotas do que realmente são. Talvez porque tenha frequentado por...

UM MAGNÍFICO ESPETÁCULO DE AVILTANTE BAJULAÇÃO – UM CONTO DE LOURENÇO...

Um magnífico espetáculo de aviltante bajulação Lourenço Cazarré* - Mãe, o pai chorou! - Não me diga - a mulher fecha o livro. - Foi quando parou...

OS PORTUGUESES E MINHA FAMÍLIA EM PELOTAS – LOURENÇO CAZARRÉ –...

Uma abordagem 'saborosa' sobre a vinda de famílias portuguesas para Pelotas e o Brasil, contada pelo escritor e jornalista Lourenço Cazarré, que viveu aqui...

CAPITÃO ASTÚCIA, FILME PRODUZIDO POR CINEASTA PELOTENSE, PARTICIPA DO FANTASPOA –...

JORNALISTA E ESCRITOR LOURENÇO CAZARRÉ FALA SOBRE "CAPITÃO ASTÚCIA" NO TREZE HORAS - Podcast  Capitão Astúcia, filme produzido por cineasta pelotense, participa do FantasPoa “Capitão Astúcia”...

ARTIGO – MENINOS DE ZINCO

Painel polifônico de uma guerra Lourenço Cazarré Ano passado, após uma presença de quase vinte anos no Afeganistão, forças de países ocidentais – liderados pelos Estados...

ARTIGO – A VERDADEIRA HISTÓRIA DA VILA DO SAPO

A VERDADEIRA HISTÓRIA DA VILA DO SAPO Lourenço Cazarré* Comecei a frequentar a Vila do Sapo desde abril de 1963 quando - minha mãe (Odette, 31...

ARTIGO – PARA QUE A PALAVRA GUERRA PROVOQUE NÁUSEA

PARA QUE A PALAVRA GUERRA PROVOQUE NÁUSEA Lourenço Cazarré* Agora que os russos estão há quase um mês destruindo sistematicamente a Ucrânia, assassinando civis em massa...

ARTIGO – CANUDOS: QUANDO, COMO E POR QUÊ?

Canudos: quando, como e por quê? Lourenço Cazarré* Quando um amigo carioca me perguntou por que - raios! - um gaúcho havia escrito um romance que...