SIMERS LANÇA NO TREZE, CAMPANHA CONTRA VIOLÊNCIA AOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE – Podcast

377
Dr. Fernando Ubérti – diretor do SIMERS para o interior – no Treze Horas desta segunda-feira, 08.06.

Notícias de diferentes veículos de comunicação relevam o crescimento do número de ocorrências de violência contra as mulheres, neste período de quarentena. O Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (SIMERS) observa que o relato de casos de violências contra profissionais da saúde também cresceu, fato que a entidade considera intolerável, tendo em vista a dedicação ininterrupta desses profissionais à preservação da vida e a promoção da saúde para todos.

O SIMERS destaca o alto índice de casos de violência verbal, manifestações caluniosas e agressões psicológicas, contra médicos, em meio a tensão ocasionada pela pandemia do coronavírus. Na semana passada, problemas dessa natureza tomaram proporções inaceitáveis. Médicas das cidades de Pelotas e Tapes sofreram agressões físicas. Os casos retratam a falta de segurança da categoria no exercício da profissão, segundo o sindicato. Segundo levantamento da entidade, nos últimos seis anos foram registradas cerca de 107 ocorrências de violência direta e presencial contra médicos no Estado: 65 em Porto Alegre e 44 no Interior. Entre esses casos, são inúmeros relatos de agressões físicas, furtos/roubos e até de tentativas de assassinato. Vale destacar que, apesar da gravidade dos casos, a subnotificação das denúncias oculta o real cenário, principalmente, porque os médicos reconsideram os agressores e relevam os fatos, pelas circunstâncias negativas de saúde das pessoas ou de seus familiares; além disso, o levantamento citado não inclui as inúmeras interpelações verbais e psicológicas contra profissionais da saúde.

Com a sequência e gravidade de casos de agressão contra médicos, o Simers lança campanha de conscientização sobre a necessidade de proteger e preservar os profissionais. Além disso, a intenção é estimular o registro das queixas às instituições reguladoras, disponibilizar o Plantão 24 Horas com assessoria de diretores, jurídica e de técnicos e oferecer os canais de denúncias para providências e encaminhamentos cabíveis.

A campanha de conscientização contra a violência aos profissionais de saúde está sendo lançada, nesta segunda-feira (8/6), pelo presidente do Simers, Marcelo Matias, na Assembleia Legislativa e, pelo diretor de Interior do Simers, Fernando Uberti, (Na foto no estúdio do Salão Amarelo nesta segunda-feira, participando do Treze Horas) na cidade de Pelotas, onde houve ocorrência de violência física contra uma médica obstetra.

Ao defender a integridade do médico, Marcelo Matias afirma que “quando um médico é agredido, toda a coletividade é atingida”, salientando que “violências são inadmissíveis, principalmente com quem mais defende a saúde das pessoas: o médico”. Fernando Uberti, ao listar o roteiro de reuniões em instituições representativas e com médicos de diferentes localidades do Estado, destacou a importância da mobilização contra a violência e em favor do respeito aos profissionais da saúde. Ele lembrou que todos receberão material da campanha “Violência, Não!” e pediu o engajamento da sociedade e o compartilhamento do material disponível na rede social do Simers.

Confira a entrevista do Dr. Fernando Ubérti ao Treze Horas desta segunda-feira no Podcast abaixo: