PESQUISA ANALISA EVOLUÇÃO DA COVID-19 EM PELOTAS NOS ÚLTIMO 65 DIAS

195

Os pesquisadores do GDISPEN apresentam um resumo da situação atual da pandemia de COVID-19 na cidade de Pelotas/RS nos últimos 65 dias, usando como base os dados divulgados diariamente pela Prefeitura Municipal nas suas redes sociais e no site oficial.

Os infográficos apresentam gráficos de análises temporais e geográficas da evolução da COVID-19 em Pelotas e em comparação com outras cidades do Rio Grande do Sul. Para a análise temporal, o gráfico de casos ativos mostra uma estabilidade desde o dia 25/12/20 até 04/01/21, com uma média de 3.873 casos ativos em Pelotas, nesse período.

O crescimento da taxa de positividade reforça a indicação de um crescimento expressivo de casos ativos. A taxa de positividade foi determinada pela razão entre o número de infectados num período e o número de testes realizados nesse mesmo período.

A mortalidade 81/100 mil habitantes significa que aproximadamente 1 a cada 1.250 moradores de Pelotas foI a óbito em decorrência da COVID-19. Os gráficos de evolução cumulativa de casos e óbitos também apresenta um crescimento importante nesse período de 65 dias.

Quanto às análises geográficas, Pelotas tem uma mortalidade de 8,1 óbitos/10 mil hab., letalidade de 1,7 óbitos/casos registrados e 4,76% da população já foi infectada pelo coronavírus. A Região Sul também tem uma posição intermediária entre as regiões do Estado quando a métrica óbitos/100 mil hab. é levada em conta como critério. A epidemia não acabou. Evite sair de casa sem necessidade e ao sair, use máscara de proteção e passe álcool gel nas mãos. Se proteja! Proteja a sua família!

Para mais gráficos e dados acompanhem a atualização diária para a cidade de Pelotas no site do laboratório GDISPEN (https://wp.ufpel.edu.br/fentransporte/covid-19-graficos-com-relacao-ao-rs/covid-19-pelotas/).

Este estudo tem finalidade puramente acadêmica e científica, mostrando a grande aplicabilidade da modelagem matemática em problemas reais. As discussões, opiniões, ideias e publicações geradas a partir dos resultados do modelo utilizado são de autoria dos respectivos autores, e não necessariamente representam aquelas das instituições a que estes pertencem.

Responsáveis: Daniela Buske, Glênio Aguiar Gonçalves, Régis Sperotto de Quadros, Gustavo Braz Kurz