PAULO PIMENTA SERÁ MINISTRO EXTRAORDINÁRIO PELA RECONSTRUÇÃO DO RS

67
Indicação do presidente Lula será formalizada nesta quarta-feira (15). Foto: Divulgação – Secretaria de Comunicação

O ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom), Paulo Pimenta, assumirá o cargo de ministro extraordinário que atuará na articulação para a reconstrução do Rio Grande do Sul, estado afetado por uma catástrofe climática que já matou 149 pessoas e deixou mais de 617,7 mil pessoas desabrigadas e desalojadas, segundo o último balanço desta terça-feira (14). A informação foi confirmada pela Agência Brasil.

A criação do cargo já havia sido anunciada pelo governo mais cedo. A ideia é que o representante presidencial, com status de ministro, atue de forma permanente no Rio Grande do Sul enquanto durar a calamidade pública no estado, coordenando uma estrutura administrativa das ações federais na região.

A oficialização de Pimenta e os detalhes sobre a nova pasta serão dados durante visita do presidente ao estado, prevista para esta quarta-feira (15), quando serão anunciadas novas medidas de socorro à população gaúcha.

Lula irá a São Leopoldo do Sul em uma comitiva que inclui os presidentes da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), e do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (PSD-MG).

A expectativa é que, na ocasião, seja lançado um auxílio financeiro temporário para as pessoas afetadas pela catástrofe climática. O valor não foi informado. Com a saída de Pimenta da Secom, o cargo será assumido de forma interina pelo jornalista Laércio Portela.

REPERCUSSÃO

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), disse que ficou sabendo pela imprensa da nomeação de Paulo Pimenta para coordenar as ações do governo federal no estado em resposta às enchentes. Pimenta é ministro da Secretaria de Comunicação Social (Secom) do governo Lula. “Estou sabendo pela imprensa. Vou aguardar manifestação oficial. Não estamos sabendo de nada”, afirmou o governador à Folha de São Paulo, nesta quarta-feira (15).

Como noticiado pela Gazeta do Povo, o nome de Pimenta deverá ser oficializado nesta quarta-feira (15) pelo presidente Lula (PT) durante visita ao Rio Grande do Sul, para onde o presidente se dirige acompanhado de uma comitiva.