CHEIAS: SITUAÇÃO DE PELOTAS NESTA QUARTA-FEIRA, 15.05 – ATUALIZADA ÀS 22H

1385
Situação do Laranjal – avenida da praia – nesta quarta-feira, 15.05. Foto: Janine Tomberg

Condições climáticas Quarta-feira (15)

Desde terça-feira (14) é observada a predominância de marés altas no Canal da Barra, com vento Sul, desfavorável para o escoamento da Lagoa dos Patos em direção ao mar, porém, sem força suficiente para segurar a água. A maré, que está predominantemente alta, deve diminuir ao longo desta quarta (15).

Os ventos estão reduzindo gradualmente a velocidade, o que resulta em aumento do nível do canal São Gonçalo, apontando médias entre 2,77 metros e 2,78 metros.

A tendência para esta quarta-feira (15) é de diminuição dos ventos na Lagoa. Nas próximas horas deve seguir na direção Oeste, entre 20 e 30 km/h, oscilando entre Noroeste e Sudoeste. Durante a noite, os ventos devem reduzir a intensidade, variando entre 10 e 15 km/h e resultando em estabilidade ou elevação do nível da Lagoa.

Não devem ocorrer chuvas significativas na região, apenas aumento da nebulosidade e chuvas fracas e isoladas nas próximas 48 horas. Temperaturas baixas.

Abrigos Prefeitura

Abrigados: 726

Colônia Z3 – 47 famílias, 149 pessoas
Laranjal – 45 famílias, 154 pessoas
AABB – 44 famílias, 122 pessoas
Esef – 56 famílias, 161 pessoas
Santa Teresinha Futebol Clube – cinco famílias, 21 pessoas
Cenáculo – 12 famílias, 41 pessoas
CAVG – 31 famílias, 78 pessoas

Canal São Gonçalo – última medição
9h – 2,76 metros

Canal São Gonçalo – últimas medições

10h – 2,76 metros
11h – 2,76 metros
12h – 2,76 metros
13h – 2,78 metros

22h – 2,92 metros

Fonte: UFPel/Sala de Situação

DO DIÁRIO POPULAR – EM PARCERIA

Ontem, a maré mais alta no Canal da Barra, em Rio Grande, foi fator determinante para a elevação dos níveis da água na Lagoa dos Patos, devido ao menor escoamento ao Oceano. Ainda assim, a situação para hoje é considerada “controlada” pela prefeita Paula Mascarenhas (PSDB). “Tivemos uma pequena elevação, mas nada fora do padrão. A cidade tem mais água, mas nada ameaçador”, disse a prefeita na reunião diária na Sala de Situação.

A elevação da Lagoa causou o represamento do São Gonçalo, portanto o aumento de nível, que, no entanto, não atingiu a cota máxima registrada até hoje de 2,88 metros. – às 10h marcou 2,76 metros, com pico de 2,78 metros às 4h.

Para hoje e amanhã, a tendência é maior redução nos ventos, que podem soprar abaixo de 10km/h amanhã. “Isso [a perda de intensidade do vento] já exerceu influência na movimentação da Lagoa”, afirmou o meteorologista da UFPel Henrique Repinaldo.

“Pode ser que a Lagoa se acomode na nossa margem”, completou. Os ventos devem ser predominantes de oeste, com possibilidade de sudoeste e noroeste. A tendência é que a maré baixe ao longo do dia.

As próximas 48 horas serão, também, de poucas chuvas nas lagoas Mirim e dos Patos. Apesar de considerar o momento “sob controle”, Paula não descarta um cenário de maior alerta amanhã, por conta da redução dos ventos que podem trazer mais águas à margem pelotense.

Abastecimento
A diretora do Sanep, Michele Alsina, afirmou que o abastecimento e o reservatório de águas estão normais na cidade. O único porém é a casa de bombas no Valverde, que está debaixo d’água – até 2 metros – e, por isso, não está em operação. A autarquia necessita aumentar a barreira próxima, junto à rua Nova Prata, para poder voltar a operá-la.

A CEEE Equatorial informou que 80% do fornecimento de energia elétrica foi restabelecida no Balneário Santo Antônio, a partir da avenida Rio Grande do Sul. Conforme a água for baixando, a prefeita Paula solicitou que vá se restabelecendo a energia na região. Uma das preocupações da companhia é a chegada de geradores e outros materiais, devido às dificuldades logísticas no Estado.

Live prefeita Paula Mascarenhas (15) – Resumo

Panorama da situação:
O nível da Lagoa dos Patos aumentou durante a noite passada, conforme o esperado. O vento perdeu um pouco a intensidade, o que fez com que o nível da Lagoa voltasse a subir gradualmente. Até o momento, a situação é oscilante.
O vento do quadrante Oeste continua favorável por manter o volume de água longe da margem esquerda da Lagoa dos Patos.

Cuidados com animais:
A prefeitura recebe apelos para que se realize castrações nos abrigos. No entanto, médicos veterinários e o Conselho Federal de Medicina Veterinária não recomendam esta prática. É preciso de um ambiente próprio, além de ser necessário considerar o histórico de saúde do animal. As equipes da Secretaria de Qualidade Ambiental (SQA) estão realizando a microchipagem dos cães para auxiliar em procedimentos futuros.

Segurança nos abrigos e áreas evacuadas:
Os abrigos estão sendo monitorados pelas equipes de segurança, como também as áreas em que as famílias realizaram a evacuação.

Monitoramento permanente:
Seguimos monitorando constantemente a Sala de Situação, que segue organizada e em funcionamento.

Trânsito – Atualizado às 14h15min
Vias com intervenções em Pelotas (terça-feira, 14, 18h28)

-Avenida Ferreira Viana em meia-pista da Estrada do Engenho até a rótula

Bloqueadas totalmente
-Rua das Traíras (Comendador Rafael Dias Mazza)/Areal
-Rua Júlio de Oliveira Almeida/Areal (entre Ferreira Viana e Jorge Laroque)
-Alberto Rosa, esquina Conde de Porto Alegre (Quadrado)
-Rua Tiradentes, com Estrada do Engenho
-Rua Capitão Nelson Pereira (Areal);
-Rua Xavier Ferreira/Porto (entre as ruas Benjamim Constant e Almirante Tamandaré);
-Avenida Rio Grande do Sul/Laranjal (entre as ruas Novo Hamburgo e Doutor Antônio Augusto Assumpção);
-Avenida Arthur Augusto Assumpção/Laranjal (entre avenida Rio Grande do Sul e rua Doutor Antônio Augusto Assumpção);
-Rua José Maria da Fontoura/Laranjal – Balneário Santo Antônio (entre Novo Hamburgo e Avenida Doutor Antônio Augusto Assumpção)
-Avenida Antônio Augusto Assumpção/Laranjal (toda extensão)
-Estrada do Engenho (entre avenida Ferreira Viana e Tiradentes)