O EMPRESÁRIO QUE COMPROU O CASTELO DE PEDRAS ALTAS – Podcast

2495
Luiz Carlos Segat: – Eu comprei o Castelo, não a memória do Rio Grande do Sul, pois esta é de todos os gaúchos, disse ele ao 13 H.

ENTREVISTA COM O ADVOGADO E PECUARISTA LUIZ CARLOS SEGAT – O EMPRESÁRIO QUE COMPROU O CASTELO DE PEDRAS ALTAS – Podcast

ADVOGADO E PECUARISTA LUIZ CARLOS SEGAT, O NOVO DONO DO CASTELO DE PEDRAS ALTAS!

– Eu comprei o Castelo, não a memória do Rio Grande do Sul, pois esta é de todos os gaúchos, disse ele ao 13 H.

Luiz Carlos Segat é casado com Claudia Trindade Pacheco Segat. O casal de Santa Maria tem 3 filhos: Rafael Batista Trindade Pacheco Segat, Gabriela Trindade Pacheco Segat, e Kamila Trindade Pacheco Segat. Todos eles são advogados em Santa Maria, além de pecuaristas e líderes agrícolas. O objetivo da família Segat é o de abrir o Castelo para visitação pública, para que todos possam conhecer o legado deixado por Joaquim Francisco de Assis Brasil, líder brasileiro de renome internacional, diplomata consagrado, criador do Código Eleitoral de 1932 que estabeleceu o voto secreto e o voto feminino.

AS GRANDES MISSÕES DADAS A ASSIS BRASIL

Advogado formado pela Universidade de São Paulo, USP, Joaquim Francisco de Assis Brasil (um filho de São Gabriel) nascido em 29 de junho de 1857, acumulou títulos e missões na vida riograndense e, posteriormente, na vida nacional: Deputado provincial, deputado federal, membro da Junta Governativa de 1891; Chefe Civil da Revolução de 30; ministro da Agricultura, Embaixador do Brasil na Argentina, em Portugal e nos Estados Unidos; representante do Brasil na Conferência de Londres; assegurou o Estado do Acre ao Brasil, graças ao Tratado de Petrópolis, assinado por ele e pelo Barão do Rio Branco; fundador do Partido Libertador, PL, na cidade de Bagé, no ano de 1928. Tornou-se – em sua brilhante carreira diplomática – um dos homens mais próximos de John Milton Hay, poderoso secretário de Estado dos Governos de William McQuinley e de Theodore Roosevelt. E faleceu em seu Castelo de Pedras Altas na noite de 24 de dezembro de 1938.

Apaixonado pelo campo e pelo inverno, escreveu numa pequena placa que mandou instalar junto à lareira do Castelo: – “Eu gosto do frio, mas perto do fogo”. (13 H)