EM ÚLTIMO ATO, EDUARDO LEITE AUTORIZA CONSTRUÇÃO DO PRONTO SOCORRO REGIONAL DE PELOTAS – Podcast

67
31.03.2022 – Prefeita Paula Mascarenhas e o governador Eduardo Leite realizam a assinatura do contrato para execução da obra do novo Hospital de Pronto Socorro – Foto: Gustavo Vara

GOVERNADOR EDUARDO LEITE – DISCURSO NO MOMENTO DA ASSINATURA DO INÍCIO DAS OBRAS DO NOVO PRONTO SOCORRO DE PELOTAS – Podcast

PREFEITA PAULA MASCARENHAS – DISCURSO NO MOMENTO DA ASSINATURA DO INÍCIO DAS OBRAS DO NOVO PRONTO SOCORRO DE PELOTAS – Podcast

Em Pelotas, governador Leite assina contrato para construção do novo Hospital de Pronto Socorro Regional

Em sua última agenda no interior como governador do Estado, Eduardo Leite participou, nesta quinta-feira (31/3), em Pelotas, do ato de assinatura do contrato para a construção do Hospital de Pronto Socorro Regional.

A nova estrutura será construída com um investimento de R$ 55 milhões em recursos do governo do Estado por meio do programa Avançar na Saúde, e R$ 4,4 milhões de contrapartida da prefeitura de Pelotas. O Avançar já destinou, ao todo, mais de R$ 6 bilhões em investimentos para todas as áreas para melhorar a prestação de serviços para a população e impulsionar o desenvolvimento do Rio Grande do Sul.

O governador Leite afirmou que a construção do novo complexo hospitalar é uma conquista histórica para a zona sul do Estado. “Uma mudança de paradigma na saúde da região vai acontecer a partir deste novo pronto socorro, que sempre foi um desafio pela falta de estrutura adequada para a demanda da região. Por isso nos apresentamos para esta parceria com o município, para mudar esse paradigma. Teremos aqui um hospital com atendimento mais digno, mais rápido e mais eficiente para a população da região”, disse.

Hospital Regional Pelotas2
“Uma mudança de paradigma na saúde da região vai acontecer a partir deste novo pronto socorro” disse Leite – Foto: Itamar Aguiar / Palácio Piratini

A partir da assinatura, que firmou o contrato com a construtora Augusto Velloso, vencedora da licitação, as obras devem começar até a segunda quinzena de abril. A previsão de conclusão, de acordo com a prefeita de Pelotas, Paula Mascarenhas, é de cerca de dois anos. “Esse investimento vai viabilizar uma mudança na realidade da saúde não só de Pelotas, mas de toda a região”, disse a prefeita.

O novo prédio terá 9.408 metros quadrados de área construída, projetada para instalação de 121 leitos clínicos – dez destinados a unidades de tratamento intensivo (UTI) para adultos e dez para pediatria -, cinco salas cirúrgicas e dependências para recuperação.

Complexo terá 121 leitos clínicos, dez de UTI adulto e dez para pediatria, além de cinco salas cirúrgicas – Foto: Itamar Aguiar / Palácio Piratini

O complexo de saúde beneficiará cerca de 1 milhão de pessoas na zona sul do Estado e contemplará, ainda, atendimento para cirurgia geral, traumatologia, bucomaxilofacial e cardiologia