DESTAQUE DE SÁBADO: AGROPECUÁRIA MACHADO – Podcast

625

 

Veterinário Tony Machado, proprietário da Agropecuária contratada pelo estado para realizar testes do COVID-19, esteve no Treze Horas desta sexta-feira, 17.04.

O Treze Horas recebeu, excepcionalmente nesta sexta-feira, um entrevistado ‘ao vivo’ no estúdio do Salão Amarelo, do edifício da Associação Comercial de Pelotas. Tony Machado, proprietário da Agropecuária Machado, escolhida para realizar testes do COVID-19 no RS, esteve durante duas horas a disposição do coordenador Clayton Rocha e Paulo Gastal Neto, para uma conversa sobre a contratação de sua empresa – uma Agropecuária – para fazer teste em humanos. Foi uma ampla entrevista, onde Machado teve a oportunidade de esclarecer os motivos que levaram o estado a escolher a sua empresa para a realização de testes em meio a pandemia.

Tony Machado foi didático ao explicar dizendo: ‘ – Nós somos o único laboratório no RS que mantém um estoque considerável de insumos necessários aos testes, por um só motivo: realizamos milhares de testes em bovinos que embarcam no Porto do Rio Grande para o Oriente Médio. Os países de lá são rigorosos e pedem testes de cinco doenças e uma delas, a ‘língua azul’, utiliza os mesmos insumos necessários para testes de COVID-19. Por isso temos estoques como nenhum outro em todo estado’, enfatizou.

Na entrevista Machado deixou claro que o seu laboratório não fará coleta, transporte e armazenamento do material e sim somente os testes. Machado explicou ainda que o contrato não exigiu licitação pois o estado vive o ‘decreto de emergência’ em função do coronavírus. O proprietário explicou a conta que resulta nos números que inclusive chamaram a atenção do Ministério Público, pois o acordo prevê seis meses de serviços e pode render quase R$ 8 milhões aos proprietários da empresa. O volume de testes será de 250 por dia sendo ao custo de R$ 175 cada um. Foi dito ainda que os testes serão o RT-PCR, que detectam o vírus a partir de uma análise no DNA, e são muito mais precisos. O proprietário Tony Machado falou também sobre o pedido do Ministério Público, que ontem ingressou com uma solicitação de suspensão por 30 dias do contrato firmado, até que o estado explique o processo de contratação da Agropecuária.

O veterinário Tony Machado ainda respondeu diversas perguntas e questionamentos enviados por ouvintes durante o programa. Confira no Podcast abaixo a entrevista completa de Tony Machado, proprietário da Agropecuária Machado ao Treze Horas, nesta sexta-feira.

SUSPENSÃO

Ainda durante a entrevista de Machado ao Treze Horas, chegou a informação que o governador Eduardo Leite havia anunciado em entrevista coletiva que a Secretaria Estadual de Saúde (SES) suspendeu o contrato para testes de coronavírus junto a uma agropecuária de Pelotas. A decisão se dá um dia após o Ministério Público do Estado ingressar com uma ação para o encerramento do contrato firmado no dia 6 de abril com a M&S Produtos Agropecuários Ltda – a primeira empresa a ser contratada fora da estrutura pública, para a realização de testes à Covid-19. A contratação ocorreu sem licitação, baseada na lei 13.979/2020 que dispõe da aquisição de bens, serviços e consumos destinados ao enfrentamento do coronavírus.  – “Está suspenso o contrato com o laboratório até que tudo esteja esclarecido para o MP, para o próprio judiciário. A nossa intenção é agilizar exames e diagnósticos. Se esse contrato gera algum tipo de dúvida e receio, estamos suspendendo esse contrato e vamos trabalhar com os exames que são feitos dentro da capacidade do nosso Laboratório Central, que consegue fazer em torno de 300 exames diários até aqui, e nestes convênios que estamos firmando com as universidade”, disse o governador Eduardo Leite.