CORTE DO PONTO DE VEREADORES AUSENTES ESTÁ NA PAUTA DA PRESIDÊNCIA DA CÂMARA

206
Marcos Ferreira informou ao site do Treze Horas, que de maneira recorrente solicita aos assessores dos vereadores que chamem os parlamentares para o plenário, para que possa iniciar os trabalhos do dia.

O presidente do Legislativo Municipal, vereador Marcos Ferreira, anunciou possibilidade de adotar a medida na sessão de quarta-feira, 24.08

A sessão ordinária de quarta-feira, 24.08, precisou ser adiada por falta de quórum. No mesmo momento o presidente do legislativo, vereador Marcos Ferreira (Marcola), solicitou à assessoria que as ausências fossem notificadas, e segundo o prazo regimental, o consequente desconto dos vereadores ausentes. Na próxima quarta-feira, 31, na sessão ordinária do dia, a norma será novamente observada.

Marcos Ferreira informou ao site do Treze Horas, que de maneira recorrente solicita aos assessores dos vereadores que chamem os parlamentares para o plenário, para que ele possa dar início aos trabalhos do dia. São necessários pelo menos sete vereadores em plenário para a sessão ter o quórum correto para ter o seu início, porém para deliberar as matérias e encaminhar votações, são necessários onze vereadores no local.

O QUE DIZ O PRESIDENTE

A Câmara possui um Regimento Interno e ele deve ser seguido pelo presidente e pela mesa diretora do Legislativo. A partir da falta do parlamentar e maneira injustificada, deve haver a notificação e o consequente desconto ser feito. O início das sessões sempre acontece às 8h30min da manhã e há um acordo para que as votações sejam feitas nas sessões das quartas-feiras, portanto não há justificativas para as ausências sem uma devida explicação, concluiu o presidente.

REGIMENTO INTERNO

  • Iniciar a sessão – 7 parlamentares;
  • Para votação de projetos ordinários – 11 parlamentares;
  • Para emendas na Lei Orgânica, vetos ou decretos legislativos – 14 parlamentares.